Orfeu: 9 Curiosidades Sobre o Herói da Mitologia Grega!

Descubra aqui as maiores curiosidades sobre Orfeu.

Orfeu foi um herói mítico da Grécia Antiga, que tinha habilidades musicais sobre-humanas.

Além disso, nasceu em Pieria, na antiga cidade de Pimblia, perto do Olimpo, e era o rei dos Kikons, uma antiga tribo da Trácia.

Ainda, alguns romancistas acreditam que ele era o rei da Macedônia.

9 Curiosidades Sobre Orfeu

Orfeu e os instrumentos gregos antigos

Ele foi o principal representante da arte do canto e do violão, enquanto em outros casos, da fórminx.

A Fórminx era um instrumento musical de cordas da antiguidade grega, especificamente da época de Homero, que mais tarde foi substituído pelo violão e pela lira.

Os pais de Orfeu

Segundo a tradição, Orfeu era filho de Musa Calíope com Oeagrus, rei da Trácia.

No entanto, de acordo com outras versões encontradas na mitologia grega, o pai de Orfeu era o deus Apolo.

Inclusive, algumas lendas dizem que Apolo deu a Orfeu sua primeira lira.

Orfeu foi um dos Argonautas

Orfeu participou da Campanha Argonauta liderada pelo lendário herói Jasão, para obter o velocino de ouro.

Esta campanha expressa alegoricamente a segunda grande colonização histórica dos gregos no Mar Negro (a Turquia de hoje).

Inclusive, foi Orfeu quem salvou os argonautas das sirenes, depois que seu canto superou o canto das míticas ninfas do mar, com o qual elas atraiam os marinheiros e depois destruíam seus navios.

Com sua música ele poderia derrotar até deuses

A canção e a lira de Orfeu eram tão belas que ele conseguia domar a vida selvagem e a natureza.

Inclusive, até as rochas e as árvores se moviam ao ritmo de sua Lira.

Além disso, muitas vezes nos mitos de Orfeu os deuses se encantaram com seus poderes musicais.

O mito de Orfeu e a caverna de Quíron em Pelion

Segundo uma lenda, Peleu, que era o pai de Aquiles, pediu aos outros argonautas antes de partir para visitar a caverna do centauro Quíron, para se despedir de seu filho.

Então, lá Quíron os recebeu com o coração aberto.

Depois de comer e beber, um antigo povo grego, os Minyes, os convidou para uma competição de música.

Mas Orfeu, por respeito a Quíron, se recusou a competir com o filósofo e professor de todos os heróis.

Então, para retribuir esse belo ato, Quíron pegou a lira que Aquiles segurava e a ofereceu a Orfeu.

O mito de Orfeu e Eurídice: amor além da morte

Então, retornando da expedição Argonauta, Orfeu casou-se com Eurídice, que mais tarde foi morta por uma picada de cobra.

Inclusive, segundo outra versão, a sua morte ocorreu no dia de seu casamento, pelas ninfas dos rios, as Náiades.

Então, oprimido pela dor, Orfeu desceu ao submundo para tentar trazer Eurídice de volta à vida.

Depois de encantar Cérbero e os guardiões do rio Estige com sua música, ele conseguiu alcançar o governante do submundo, Hades.

Lá ele conseguiu amolecer o coração de Perséfone e Hades, que deixaram Orfeu levar Eurídice de volta ao mundo dos vivos, mas com uma condição:

Orfeu tinha que andar na frente de Eurídice e não olhar para ela até que ambos deixassem o submundo.

Mas a tentação de Orfeu de ver sua amada foi tão grande que ele olhou para trás e então Eurídice desapareceu para sempre.

A alegoria do mito de Eurídice e Orfeu

A dúvida é abordada nesse mito, uma das maiores desvantagens do homem.

A incerteza não é uma desvantagem pessoal, como alguns comentaristas tentam interpretá-la. Mas é sim uma característica inevitável, inerente à nossa natureza humana.

Além disso, outra mensagem que esse mito quer nos passar é o fato de que muitas vezes olhamos para trás e tentamos corrigir algo que é impossível.

Então, o ensinamento do mito é que devemos superar o triste passado e seguir em frente.

A Morte de Orfeu

Em um texto, Ésquilo menciona que Orfeu foi morto pelas Ménades trácias porque no final de sua vida ele desprezou os deuses.

No entanto, a versão predominante diz que Orfeu foi morto pelas Musas Pierides no antigo rio Elikonas, a noroeste do Olimpo, a poucos quilômetros de Livitra.

Depois disso, imediatamente, as Musas, arrependidas do crime selvagem que haviam cometido, quiseram se purificar no mesmo rio.

Mas o rio desapareceu no chão e voltou para Dion (vila do Olimpo), passando a ser chamado de Vafyras. Porém, agora pintado de vermelho, isto é, do sangue inocente de Orfeu.

Órfico: Um dos maiores mistérios do mundo

É um conjunto do secretariado sagrado do Orfismo, uma antiga religião mística, que surgiu como movimento organizado no século VI.

Embora o orfismo tenha se espalhado por todo o mundo grego, foi cultivado principalmente na Ática, na Baixa Itália e na Sicília.

Além disso, Orfeu foi considerado o fundador das doutrinas naturais dessa tendência religiosa.

Ainda, a teologia órfica dominou o espaço grego durante séculos.

Orfeu, os Mistérios Órficos e os Hinos Órficos são os maiores saberes para a compreensão do Universo.

Servindo assim para pensarmos por quais meios os nossos antepassados ​​conseguiram analisar tão bem o Espaço.

LEIA MAIS: Conheça 7 Super-Heróis Da Mitologia Grega: Por Um Grego!

Comments (0)
Add Comment