Curiosidades

Conheça a ilha vulcânica que corre risco de erupção de acordo os cientistas

Conheça a ilha vulcânica que corre risco de erupção de acordo os cientistas
By     -   On

Você sabia que Santorini está situada sobre um vulcão? Esse milagre da natureza é composto por paisagens lunares, praias de areias negras e vermelhas, bem como seixos de lava solidificada. Assim, esta bela e singular ilha grega resulta de uma erupção vulcânica. Já teve a oportunidade de testemunhar as maravilhas que a natureza é capaz de criar?

Santorini é notável por sua incrível caldeira com formato de meia-lua, que se encontra parcialmente submersa, sendo a única caldeira afundada do mundo.

Cenário de um Grande Filme

Não é por acaso que Santorini foi escolhida como locação para as filmagens do conhecido filme hollywoodiano “Lara Croft: Tomb Raider – A Origem da Vida”.

Mas, o que originou essa ilha?

Ela se formou devido a uma das maiores erupções registradas, ocorrida cerca de 3.600 anos atrás. A explosão foi tão poderosa que devastou a antiga cidade de Santorini, Akrotiri, causando um impacto profundo na civilização minoica que habitava a ilha naquela época.

Atualmente, Santorini, também conhecida como Thira, é um dos lugares mais românticos da Grécia, abrigando vilas luxuosas e resorts que proporcionam escapadas únicas para celebridades, além de cenários dos sonhos para casamentos suntuosos e sessões fotográficas.

Essa beleza natural selvagem combinada com o considerado por muitos como o pôr do sol mais belo do mundo oferece uma experiência verdadeiramente única. As íngremes falésias vulcânicas da ilha, erguendo-se cerca de 300 metros acima do nível do mar, criam uma paisagem geológica impressionante, com casas caiadas de branco equilibradas à beira do precipício.

LEIA MAIS: O que é a ‘Revolta das Toalhas’ que está tomando conta das Ilhas Gregas?

Os Segredos das Profundezas Marinhas

Santorini faz parte do Arco Vulcânico Grego, uma das regiões vulcânicas mais relevantes da Europa, que testemunhou mais de 100 erupções nos últimos 400.000 anos. O vulcão submarino mais ativo e potencialmente perigoso do leste do Mediterrâneo, Koloumbos (ou Koloumbo), encontra-se a cerca de oito quilômetros a nordeste de Santorini e faz parte desse mesmo sistema vulcânico.

Embora esteja adormecido há quase 400 anos no fundo do Mar Egeu, Koloumbos não está inativo. Em sua última erupção, em 1650, ceifou a vida de 70 pessoas e gerou um tsunami com impressionantes 40 metros de altura.

Os cientistas estão cientes de que uma erupção de Koloumbos poderia causar uma catástrofe. Algumas das maiores missões oceanográficas do mundo já exploraram o vulcão, e a vigilância foi intensificada nas últimas duas décadas.

A embarcação de pesquisa JOIDES Resolution, uma das maiores dos EUA, realizou sua primeira missão no Mediterrâneo entre dezembro de 2022 e fevereiro de 2023, visitando Santorini. Essa missão não é a primeira grande iniciativa para estudar a área. A oceanógrafa Evi Nomikou destaca que as condições extremas de Koloumbos levaram a NASA a financiar uma missão pioneira em 2019.

“No fundo da cratera, há um oceano alienígena com formas de vida que poderiam ser encontradas em outros planetas”, destaca ela. A NASA testou submarinos que um dia, espera-se, explorarão oceanos alienígenas em Júpiter e Saturno. Outro estudo recente revelou também uma câmara de magma sob Koloumbos que não havia sido identificada anteriormente.

Quando Aconteceu a última erupção?

No entanto, a última erupção ocorreu na década de 1950, na ilha vulcânica de Nea Kameni, situada no centro da caldeira de Santorini. De fato, uma das excursões mais populares em Santorini é a caminhada até esta ilha e, especificamente, até a cratera do vulcão. Essa maravilhosa excursão inclui ainda um mergulho nas fontes termais vulcânicas na vizinha ilha de Palia Kameni.

Outra excursão popular é a visita ao incrível sítio arqueológico de Akrotiri, que serve como lembrete do poder vulcânico. A cidade próspera da Idade do Bronze foi destruída pela erupção há 3.600 anos, que lançou uma coluna de cinzas e rochas a quase 32 quilômetros de altura, sepultando a cidade. Algumas das praias originais de Santorini, conhecidas por sua areia negra, se formaram a partir dessas cinzas.

LEIA MAIS: Triângulo do Alasca: o misterioso lugar onde mais de 16 mil pessoas já sumiram

Poderá ocorrer uma nova erupção?

Geólogos que monitoram de perto Koloumbos advertem que é uma questão de tempo até ocorrer outra grande erupção. Quando isso acontecer, Koloumbos poderá criar uma coluna eruptiva com dezenas de quilômetros de altura e também será capaz de gerar tsunamis. Embora a atividade tenha aumentado cerca de 10 anos atrás, causando preocupações, ela diminuiu desde então.

“Se começarmos a observar um aumento da atividade em Koloumbos, então precisaremos ficar alertas”, afirma o vulcanólogo e líder da missão JOIDES Resolution, Tim Druitt. “A boa notícia é que os vulcões emitem muitos sinais de alerta.”

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.