4 alimentos que causam câncer segundo a OMS e você provavelmente consome

Bebidas alcoólicas, carnes processadas e aspartame estão entre os alimentos que causam câncer

Não é novidade para ninguém o quanto é importante adotar uma alimentação saudável. Mas, isso não se refere apenas a nutrientes e vitaminas essenciais. A preocupação inclui, sobretudo, evitar itens prejudiciais à saúde. Então, fique atento, pois a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou 4 alimentos que causam câncer.

Quem divulgou a lista foi a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (Iarc). O órgão é um braço da OMS e, no caso, fica responsável pelas pesquisas relacionadas à doença. Entre os itens da relação está o aspartame, presente principalmente em refrigerantes dietéticos. Também, alimentos, medicamentos e compostos químicos.

A classificação segue critérios de qualidade e quantidade das evidências científicas comprovativos destes alimentos que causam câncer. Veja mais sobre isso.

Quais são os alimentos que causam câncer?

A princípio, a revelação que mais assustou sobre os alimentos que causam câncer foi o aspartame. O substituto do açúcar é altamente consumido, tanto em refrigerantes como na forma refinada. Neste caso, a classificação do adoçante foi como “possivelmente carcinogênico”. Da mesma forma, picles de vegetais e carne vermelha.

Em outras palavras, estes alimentos possuem risco aumentado de diferentes tipos de câncer. Porém, carecem de consenso científico. Por outro lado, há grupos de alimentos que causam câncer, segundo comprovações mais robustas. Por exemplo:

Carnes processadas

Em primeiro lugar, vêm as carnes processadas, como salsicha, presunto e linguiça. Sua relação com tumores, principalmente, intestinais e colorretais é pauta da OMS desde 2018. Só para ilustrar, as chances de desenvolver a doença são de 18% para o câncer colorretal e 22% para doença no reto.

Ademais, o crescimento é de 21% para câncer de cólon. Por fim, há vínculos entre o consumo destes alimentos que causam câncer a tumores, também, no pulmão e mama.

LEIA MAIS: Vilões da alimentação! 4 ingredientes que aumentam a fome e sabotam a dieta

Noz de betel

Presente na lista da OMS desde 2013, a noz de betel ou noz de areca vem de uma palmeira asiática. Seu consumo é popular na região principalmente pelo efeito estimulante. Seus efeitos cancerígenos são ainda mais intensos por ser mascada com outras substâncias, por exemplo, tabaco.

Sendo assim, seu consumo se relaciona à incidência dos cânceres de boca e cavidade bucal.

Peixe salgado chinês

Embora não seja popular no Brasil, é importante ficar de olho neste aqui também. O peixe salgado chinês tem processo semelhante ao da carne de sol. Ou seja, para preservar o alimento, acrescenta-se sal. A OMS o considera com um dos alimentos que causam câncer desde 2012, mesmo que os estudos sobre isso sejam anteriores.

A indicação é de que os tumores causados pelo peixe salgado chinês sejam, principalmente, os de nasofaringe.

LEIA MAIS: Cochilar durante o dia ajuda a preservar o cérebro? Veja o que diz a pesquisa

Bebidas alcoólicas estão entre os alimentos que causam câncer

Ok, as bebidas não são exatamente alimentos, mas sim, provocam câncer. Aliás, não só isso, como também outras doenças, potencialmente graves.

Os malefícios do álcool, mesmo consumido moderadamente, extrapolam o câncer. Em outras palavras, incluem dependência química, problemas hepáticos, entre outros. Mas, sobre os tumores, há relação a tumores, por exemplo, de mama, fígado e esôfago. Por isso, está na lista da OMS desde 2012.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.