Anatel irá reavaliar exigências para carregadores de celular

Agência pode voltar atrás sobre os requisitos do aparelho - veja

A Anatel — Agência Nacional de Telecomunicações, abriu uma nova consulta pública no início de setembro com o objetivo de reavaliar os requisitos técnicos de carregadores de smartphones.

Ao que tudo indica, o processo ocorreu após solicitações de revisão das exigências anteriores, acertadas em 2022.

Com isso, a nova demanda sugere a padronização dos carregadores de veículos para que estejam em similaridade com o modelo brasileiro de três pinos.

Consulta pública da Anatel

A consulta pública ficará disponível por 70 dias, seguindo a publicação da ação 5159/22 em 2022, que recebeu críticas por estabelecer procedimentos de teste considerados inadequados para os dispositivos.

Empresas fabricantes de carregadores veiculares, por exemplo, contestaram a utilização de determinados procedimentos nos testes, argumentando que as regulamentações de testes mecânicos estavam excessivamente rigorosas e não refletiam com precisão a qualidade do produto.

Consequentemente, com as leis de 2022, muitos carregadores que estiveram no mercado por muitos anos não seriam aprovados nos testes, apesar de nunca terem causado problemas.

Leia mais: Os lugares mais perigosos para deixar o seu celular carregando

Requisitos da Anatel dos carregadores de celular

Laboratórios autorizados pela Anatel afirmam que é necessário mais detalhamento em relação às padronizações. Caso contrário, a comercialização não será permitida.

Nesse sentido, a agência revisou os requisitos anteriores e, com as novas diretrizes, os carregadores veiculares deverão atender a condições mínimas, como segurança contra superaquecimento.

No entanto, os carregadores USB não precisarão passar por essa etapa.

É importante destacar que isso ocorre após testes demonstrarem a estabilidade e durabilidade em situações cotidianas.

Portanto, algumas avaliações asseguram que, após mais de 5 mil testes de inserção e remoção do carregador da tomada, nenhuma peça se solta ou se afrouxa.

Além disso, eles devem suportar 100 quedas sem apresentar danos.

Por fim, a Anatel também estabelece termos para modelos de carregadores por indução, que também estarão sujeitos às exigências da agência.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.