Truque simples para memorizar TUDO que quiser e turbinar seu aprendizado

A Abordagem Curiosa para uma Aprendizagem Cativante

Em busca de métodos inovadores para melhorar a aprendizagem, a Duke University desenvolveu um estudo intrigante que destaca o papel fundamental da curiosidade. Neste artigo, exploramos como a abordagem curiosa pode transformar sua maneira de aprender e reter informações.

O estudo que revelou o poder da curiosidade

Conduzido pela Duke University, o estudo envolveu 420 adultos, divididos em dois grupos distintos. A premissa era que esses indivíduos “roubariam” arte valiosa, mas o verdadeiro propósito do estudo ia muito além dessa fachada.

A primeira distinção essencial era entre o uso de instruções imperativas e interrogativas para realizar as tarefas. Enquanto um grupo recebia instruções urgentes, o outro era guiado por questionamentos curiosos.

Essas abordagens, apesar de parecerem truques, eram, na verdade, chaves para desvendar o impacto da motivação na aprendizagem.

Leia mais: 4 profissões desconhecidas, mas que pagam muito bem; salários de até 17 mil

A diferença entre os grupos, urgência vs. curiosidade

O grupo que recebeu instruções urgentes foi impelido pela necessidade de completar as tarefas o mais rápido possível, enfatizando a urgência das ações.

Por outro lado, o grupo curioso foi guiado por perguntas intrigantes, estimulando a exploração e a curiosidade natural.

Dentro de um simulado assalto a um museu, os participantes foram instruídos a memorizar os quadros roubados. Contudo, o estudo não se limitou a isso; a etapa seguinte era um teste de memória surpresa, que revelaria as nuances da aprendizagem baseada na motivação.

Os resultados foram claros: o grupo curioso superou significativamente o grupo urgente em reconhecer os quadros roubados e recordar detalhes-chave.

A motivação da recompensa no grupo urgente acabou atrapalhando a memória, enquanto a abordagem curiosa provou ser mais eficaz.

Leia mais: Bill Gates revela os empregos que sobreviverão à Inteligência Artificial

Implicações e aplicações práticas

Essa pesquisa tem implicações profundas na educação e na aprendizagem cotidiana. Ao adotar uma mentalidade curiosa, é possível reter informações de maneira mais eficaz e duradoura.

A amígdala e o hipocampo, regiões do cérebro ligadas ao aprendizado e à memória, são ativadas pela curiosidade, fortalecendo a retenção.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.