Curiosidades

Feng Shui: os objetos que você JAMAIS deve ter na bolsa, pois dão AZAR

Feng Shui: os objetos que você JAMAIS deve ter na bolsa, pois dão AZAR
By     -   On

A sabedoria do Feng Shui, uma tradição milenar chinesa que se debruça sobre as energias circundantes, traz à luz a influência que circunstâncias, eventos e até mesmo objetos podem exercer sobre a nossa energia vital, magnetizando tanto vibrações auspiciosas quanto desfavoráveis.

Entre os elementos que a prática sugere para análise minuciosa está a organização da bolsa ou mochila que nos acompanha fielmente. Curiosamente, um objeto se enquadra no âmbito desfavorável conforme os preceitos do Feng Shui.

Objetos que você jamais deve ter na bolsa, pois dá azar

Cartões de visita

O motivo para evitar alojar tais cartões na bolsa abarca o intercâmbio de energia que eles acumulam. Os cartões de visita são frequentemente intercambiados em reuniões de trabalho, eventos sociais e outros contextos que propiciam o contato com múltiplas pessoas. Então, o Feng Shui sugere que esses cartões podem portar a essência das pessoas que os tocaram. Assim incorporando seus anseios, metas e energias tanto positivas quanto negativas.

Portanto, uma vez que esses cartões fluem de mão em mão e podem ter estabelecido contato com inúmeras pessoas dotadas de distintas vibrações e pensamentos, esses itens acumulam um espectro diversificado de energias. Então, conservá-las na bolsa pode acarretar um desequilíbrio energético, potencialmente gerando conflitos entre as diversas energias capturadas. Ademais, dado que frequentemente nos esquecemos da presença destes cartões na bolsa, eles podem inadvertidamente perturbar o nosso campo energético.

LEIA MAIS: Você se ama? 14 atitudes para ter amor-próprio no relacionamento e ser FELIZ

Outros objetos desagradáveis aos olhos do Feng Shui

O mesmo raciocínio se aplica a outros objetos que estiveram em contato com diversas pessoas, como folhetos e panfletos. Então, o conselho é engajar em uma higienização periódica da bolsa, destituindo-a de itens doados por outrem e também de objetos que há muito repousam ali, tendo potencialmente absorvido energias estagnadas. Assim, manter somente o essencial na bolsa, notadamente naquela que acompanha o cotidiano, pode contribuir para um equilíbrio energético mais aprazível e bem organizado.

Em síntese, o Feng Shui nos brinda com o lembrete essencial da necessidade de vigilância das energias que nos cercam, incorporando inclusive os objetos que carregamos conosco. Evitar acumular objetos que estiveram em contato com diversas pessoas e priorizar apenas o indispensável pode concorrer para um equilíbrio energético mais positivo e harmonioso em nossas vidas.

Agência Texty

Agência Texty é uma equipe de redatores profissionais especializados em marketing de conteúdo, produção de conteúdo para web, inbound marketing, estratégias de SEO avançadas.