Bairro Da Passagem: 7 Coisas Que Você Não Pode Deixar De Fazer!

Cabo Frio, na Região dos Lagos, tem praias de areia branquinha e mar azul turquesa que atraem turistas para o seu calçadão. Mas, também tem o Bairro da Passagem, a parte antiga da cidade que, com seu casario colonial, permite uma viagem no tempo. 

Antes de mais nada, o Bairro da Passagem foi o primeiro ponto da colonização portuguesa em Cabo Frio. Então, desenvolvida às margens do Canal Itajuru, a região ganhou esse nome por ser literalmente o ponto de travessia naquela época.  

Um dos vilarejos mais antigos do Brasil, o bairro foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural, graças à sua riqueza arquitetônica e histórica. Fácil de chegar, fica no final da Av. Assunção, a principal de Cabo Frio, já chegando à Av. do Contorno. 

Um pouco da história do Bairro da Passagem 

Tudo começou com a construção da Igreja de São Benedito, no século XVIII, permitindo que, em seguida, a vila de desenvolvesse. Ou seja, a construção do bairro é anterior à própria fundação da vila de Nossa Senhora da Assunção de Cabo Frio.

As primeiras casas e benfeitorias da cidade surgiram na Passagem. O centro da vila foi tomando forma e se deslocando para onde, atualmente, está a maior parte do comércio da cidade. Então, a Passagem foi majoritariamente ocupada pelos pescadores. 

Inclusive, parte das casas construídas nessa época ainda estão de pé e, até hoje, o bairro assiste à chegada e partida dos barcos. Tanto que eles são parte da paisagem, em diferentes cores e tamanhos, atracados no cais. 

Como é o bairro da Passagem? 

Bairro da Passagem em Cabo Frio: o que fazer.

O bairro é como uma viagem pelos tempos coloniais, de quando os portugueses recém chegaram à Cabo Frio. As casas coloridas desfilam pelos becos e ruas de pedra, tendo como panos de fundo as águas esverdeadas do Canal Itajuru e o azul do mar. 

Bucólico, o bairro ainda mantém a aura dos tempos em que a própria cidade foi fundada, há pelo menos 400 anos. À primeira vista, já mostra seu charme de bairro mais antigo de Cabo Frio, com ruas estreitas, árvores, praça, barcos de pescadores e a Igreja de São Benedito.  

O que fazer no bairro da Passagem?

Curiosamente, o bairro normalmente não integra o roteiro de quem vai para Cabo Frio, uma vez que as praias são o maior atrativo da cidade. Pois, deveria! A Passagem tem tanto a oferecer que merece até mesmo uma noite de hospedagem!

Além da culinária local, que você pode experimentar nos bares e restaurantes, há muito o que explorar pelas ruas e vielas do bairro. Ainda que não haja praia, o dia fica ocupado de história, cultura e arquitetura. 

1. Igreja de São Benedito

O que fazer no Bairro da Passagem em Cabo frio: Igreja São Benedito.

A Igreja de São Benedito é a própria história do Bairro da Passagem! A primeira edificação dali é pequena, mas possui arquitetura colonial primorosa. Durante a semana, raramente fica aberta, então se quiser conhecer seu interior, precisa ir a uma missa do domingo.

2. Passear pela Praça de São Benedito 

Bairro da Passagem em Cabo Frio: Praça São Benedito, com as esculturas de capoeira.

A Igreja de São Benedito fica na praça de mesmo nome, cheia de casinhas que ainda preservam o estilo colonial. Arborizado, o largo reúne a população negra de Cabo Frio que, ali, ensaia blocos carnavalescos e joga capoeira.

Falando nela, é praticamente obrigatório tirar fotos junto às esculturas de capoeira na praça. 

3. Beco do Príncipe

Bairro da Passagem em Cabo Frio: Beco do príncipe.

O casarão colonial foi construído pela família real Orleans e Bragança, em 1958, às margens do CanaI Itajuru. Só que eles não podiam ter construído nada na área e só ficaram sabendo disso depois que a obra foi concluída. 

Então, para que os pescadores não precisassem desviar sua rota a caminho do mar, foi construída uma passagem no terreno. Daí, para unir os dois prédios, foi levantado um arco que ganhou o nome de Beco do Príncipe, cujo caminho leva à Praia do Forte. 

Pera, Praia do Forte? Mas, o bairro não tem praia! Não, mas a Praia do Forte é a mais próxima, distante apenas 15 minutos. Atualmente, a casa foi transformada no hotel Solar do Arco e o beco também liga o bairro à Praça de São Benedito.   

4. Caminhar às margens do Canal Itajuru

O que fazer no Bairro da Passagem em Cabo frio: Canal do Itajuru.

Tanto se fala no Canal Itajuru que não dá para deixá-lo de fora do roteiro pelo bairro! Aliás, seria até injusto, uma vez que um dos passeios mais bonitos fica justamente lá. Passear por, pelo menos, um dos dois piers do canal garante fotos belíssimas de sua viagem. 

O canal liga o mar à lagoa de Araruama, sendo o maior de água salgada do país. Além do passeio, assistir ao nascer do sol no canal é um programa imperdível! O sol emerge das montanhas e reflete suas primeiras luzes nas águas do canal. Um espetáculo!

5. Explorar as ruas e vielas

Bairro da Passagem em Cabo Frio, o que fazer.Andar pelas ruas, becos e vielas da Passagem é mergulhar na história! Bem parecido com a cidade de Paraty, o bairro tem casas erguidas ainda nos tempos coloniais. Os quarteirões estão muito bem preservados e rendem belas fotos.

6. Experimentar a culinária local

Bairro da Passagem em Cabo Frio: Bistrô Benedito.

Tão charmosos quanto o bairro são os bares e restaurantes! São várias opções espalhadas pelo Largo de São Benedito que servem caldos, frutos do mar e, claro, a feijoada que embala as animadas rodas de samba.

Os bares e restaurantes hoje ocupam estalagens antigas e casas recuperadas. A região gastronômica, à noite, é fechada para carros, o que facilita bater perna para escolher onde comer. Uma dica é o Bistrô Benedito.

Pequeno e aconchegante, serve culinária artesanal, com destaque para o risoto de camarão, o carro chefe da casa. Fica na Av. Almirante Barroso, bem ao lado da Igreja de São Benedito.

7. Dar um pulo na Ilha do Japonês

Cabo Frio: Praia das Conchas.
Foto tirada na Praia das Conchas, ao fundo é possível ver a Ilha do Japonês e o caminho que leva a ela.

A Ilha do Japonês é um pedaço de paraíso a um passeio de barco de distância da Passagem. Pequena e tranquila, tem águas rasas e cristalinas que permitem ver os peixinhos no mar. Perfeita para um passeio com crianças.  

Por fim…

Vale a pena passear pelo Bairro da Passagem, uma verdadeira aula de história em Cabo Frio. Mais ainda, pernoitar em uma das charmosas hospedagens, garantindo a chance de assistir ao mais belo nascer do sol.  

LEIA MAIS: Conheça As 10 Melhores Praias De Angra Dos Reis!

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais