Grécia

Como era a academia na Grécia antiga? Grego diz e surpreende

Como era a academia na Grécia antiga? Grego diz e surpreende
By     -   On

A Grécia Antiga é conhecida por suas contribuições significativas para a história, filosofia, arte e esporte. Não é à toa que nós gregos tanto nos orgulhamos do nosso país. Inclusive, entre as muitas instituições que surgiram na Grécia, a academia é uma das mais importantes. A primeira academia da Grécia antiga, conhecida como “gymnasium”, desempenhou um papel essencial na educação e no desenvolvimento físico dos jovens gregos.

Como era a academia na Grécia Antiga?

Antes de mais nada, a primeira academia da Grécia, o “gymnasium”, era muito diferente das academias modernas que conhecemos hoje. Ao contrário de um prédio ou instalação específica, era um espaço aberto, que ficava geralmente nos arredores das cidades. Assim, esses espaços eram frequentemente cercados por muros e tinham uma área aberta onde os jovens gregos se exercitavam e participavam de atividades físicas.

Quem os usava, eram principalmente jovens do sexo masculino. Embora algumas cidades permitissem que as mulheres também participassem. Além disso, a educação na Grécia Antiga tinha foco no desenvolvimento físico e intelectual, e os “gymnasiums” desempenhavam um papel fundamental nesse processo.

Ademais, na academia, os jovens gregos praticavam uma variedade de atividades físicas. Por exemplo, corrida, luta, salto e lançamento de disco. Assim, essas atividades não apenas promoviam o desenvolvimento físico, mas também ensinavam habilidades essenciais para a vida, como disciplina, trabalho em equipe e respeito pelas regras.

Leia mais: Atenas: grego conta a história da cidade grega que originou a democracia

Outras funções da academia na Grécia Antiga

Além das atividades físicas, elas também eram lugares de aprendizado e debate intelectual. Então, os jovens gregos tinham a oportunidade de estudar filosofia, literatura, música e matemática. Além disso, os filósofos e professores mais renomados da época frequentemente visitavam esses locais para compartilhar seu conhecimento e ensinar aos jovens estudantes.

Os “gymnasiums” também desempenhavam um papel social importante na Grécia Antiga. Eles eram locais de encontro, onde os jovens gregos podiam interagir e estabelecer laços de amizade. Assim, eram espaços sagrados, onde os jovens podiam se conectar com os deuses e buscar orientação espiritual.

Embora a primeira academia da Grécia tenha sido uma instituição inovadora, ela também tinha suas limitações. Por exemplo, a participação no “gymnasium” era restrita a jovens gregos livres, excluindo escravos e mulheres. Além disso, a educação no local focava principalmente para a elite da sociedade grega, deixando de fora aqueles que não tinham recursos ou conexões para acessar essa educação.

Apesar de suas limitações, a primeira academia da Grécia deixou um legado duradouro. Assim, a ênfase no desenvolvimento físico e intelectual influenciou a forma como a educação é concebida até os dias de hoje. Os “gymnasiums” também foram precursoras das academias e escolas modernas, que buscam promover o desenvolvimento integral dos alunos.

E aí, você sabia que a academia também veio da Grécia Antiga?

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.