Os altos e baixos da vida: como se tornar uma pessoa “inquebrável”?

O estoicismo representa uma corrente filosófica pragmática que direciona sua atenção para aquilo que você tem o poder de controlar

O estoicismo, uma filosofia helenística que teve suas raízes na Grécia e Roma antiga, foi moldado por renomados pensadores como Zenão de Cítio, Sêneca, o Jovem, e Epicteto.

Esses pensadores influentes elaboraram um sistema de crenças e práticas que visava orientar os indivíduos para uma vida plena e virtuosa, independentemente dos desafios que a vida pudesse apresentar.

Os princípios fundamentais do estoicismo têm resistido ao teste do tempo, oferecendo percepções valiosas para a busca de uma existência significativa e equilibrada.

Filosofia do estoicismo

O cerne do estoicismo reside na abordagem prática de como enfrentar os altos e baixos da vida. A filosofia enfatiza a importância do autocontrole, incentivando os indivíduos a dominarem suas emoções e impulsos.

Ansiedade, raiva e tristeza são emoções destrutivas que podem obscurecer o julgamento racional. Ao se afastar dessas reações emocionais prejudiciais, os estoicos acreditavam que se poderia alcançar uma perspectiva mais objetiva e ponderada sobre a realidade.

Uma das bases fundamentais do estoicismo é a distinção entre o que está sob nosso controle direto e o que não está. Os estoicos argumentavam que muitas circunstâncias externas estão além de nossa capacidade de influenciar, como eventos naturais ou ações de outras pessoas.

Em vez de lutar contra esses aspectos externos incontroláveis, o foco deve ser direcionado para aquilo que podemos controlar: nossas reações, atitudes e escolhas. Essa abordagem ajuda a liberar o estresse associado à tentativa de manipular o incontrolável, permitindo que os indivíduos se concentrem em desenvolver virtudes internas.

Leia mais: 3 lições de vida de Aristóteles que você deveria seguir

Praticar os princípios

Ao praticar esses princípios, os seguidores do estoicismo buscam a tranquilidade interior, conhecida como ataraxia. Essa calma resulta da aceitação serena da realidade, independentemente de suas nuances.

Ao internalizar a diferença entre o que você pode mudar e o que deve ser aceito, os estoicos encontram uma base sólida para enfrentar as adversidades com dignidade e coragem.

Em um mundo frequentemente turbulento, os princípios básicos do estoicismo oferecem um farol para a vida cotidiana.

Ao cultivar o autocontrole, a aceitação e a capacidade de discernir entre o que podemos controlar e o que não, as pessoas não apenas podem enfrentar os desafios com serenidade, mas também podem buscar a realização de seu pleno potencial humano, independentemente das circunstâncias externas.

A filosofia estoica permanece como um guia perene para viver bem, incentivando a busca pela excelência moral e emocional em meio às complexidades do mundo contemporâneo.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também