Curiosidades

6 regras de etiqueta do passado que eram inacreditáveis

6 regras de etiqueta do passado que eram inacreditáveis
By     -   On

Atualmente, diversos fatores desempenham um papel importante na construção de um relacionamento amoroso. Muitas pessoas se esforçam para apresentar uma imagem perfeita, na esperança de conquistar o objeto de seu afeto.

No entanto, é comum que se romantizem os relacionamentos do passado, assim como as formas de conquista utilizadas naquela época.

É importante destacar que, embora isso ocorra, o machismo era uma realidade predominante, tornando esses relacionamentos longe de serem perfeitos. Assim, apresentaremos algumas regras de etiqueta do passado que eram comumente seguidas por casais.

Principais regras de etiquetas que existiram em épocas passadas

Os pedidos sempre eram feitos pelo homem

Todas às vezes que uma mulher ia a um restaurante acompanhada de um homem, os pedidos eram feitos apenas por eles. Essa regra era aplicada tanto se fosse um namorado, irmão ou até mesmo um amigo.

Não poderia apoiar seus pertences em outras cadeiras

Quando as mulheres estavam sentadas em alguma mesa de um restaurante e nela havia cadeiras sobrando, nenhuma delas poderia ser usada para apoiar os pertences pessoais. Os casacos ficavam na parte de trás do assento da moça e os demais objetos sobre o colo.

Não reaja caso o garçom seja desastrado

Se em algum momento o garçom derramasse sobre a mulher, acidentalmente, alguma coisa, ela não falava nada. Na época, toda e qualquer tipo de reação era sinônimo de humilhação para o funcionário que, por sua vez, poderiam se sentir muito mal caso algo fosse dito.

LEIA MAIS: O amor está no ar! Veja 11 aplicativos para encontrar o seu amor e manter o namoro!

Se sentar sempre corretamente

As mulheres, principalmente, sempre deviam sentar de maneira comportada e com as pernas cruzadas. Nada de braços apoiados sobre as cadeiras e muito menos ficar com as pernas abertas.

Apresentar o pretendente aos pais

Em tempos passados, era comum que as mulheres apresentassem os rapazes aos pais logo no primeiro encontro, sem a necessidade de conhecê-los melhor antes de envolver a família, como é mais comum atualmente.

Não fale sobre você

Nos encontros, principalmente afetivos, as mulheres deveriam se manter caladas e fazer o papel de ouvinte a maioria do tempo. Assim, ouviam atentamente o que o homem tinha a dizer, afinal, eles buscavam por uma parceira que fosse uma ouvinte inteligente.

Para saber mais sobre assuntos como este, confira outros artigos no portal Brazil Greece.

Agência Texty

Agência Texty é uma equipe de redatores profissionais especializados em marketing de conteúdo, produção de conteúdo para web, inbound marketing, estratégias de SEO avançadas.