12 Razões Para Passar As Suas Férias Em Malta!

Conheça hoje a Ilha de Malta!

Você sabia que Rhodes não é a única ilha chamada de “ilha dos cavaleiros”?

Voltando um pouco na história, os cavaleiros que governaram essas ilhas, Malta e Rhodes, pertencem à mesma ordem.

Localizada logo abaixo da Sicília, essa enorme ilha já foi o “pomo da discórdia” entre várias culturas.

Por isso continua a ser até hoje um dos lugares mais multiculturais do mundo e você verá isso claramente quando visitar Malta.

Além do país ser um lugar incrível, também foi cenário da gravação de Game of Thrones, Gladiador, Tróia, World War Z, O Marinheiro Popeye e O Conde de Monte Cristo.

Onde fica a Ilha De Malta?

Mapa de Malta, onde fica Malta.
Mapa de Malta.

Malta é um dos menores países do mundo e consiste em um arquipélago composto pelas Ilhas Maltesas.

Além disso, Malta é não só o nome do país, como também o nome maior ilha que faz parte dele.

Apenas 3 das ilhas deste arquipélago são habitadas (Malta, Gozo e Comino).

O país fica no Mar Mediterrâneo, entre a Sicília, no sul da Itália, e a Tunísia, no norte da África.

E justamente por essa localização, foi um ponto comercial estratégico no passado, tendo sido dominada por diversos povos, entre eles os fenícios, que fundaram a famosa Cartago, e posteriormente pelos gregos, romanos, bizantinos, mouros, aragoneses normandos, árabes e britânicos.

Qual é a melhor época para ir a Malta?

Se você quiser evitar as multidões e ver o lado alternativo da ilha, pode visitar Malta no inverno.

Mas diríamos que Malta é a ilha ideal para as férias de verão, já que é conhecida como o país com mais horas de sol por ano no mundo.

Se esse motivo não for suficiente, você vai encontrar abaixo 12 motivos para viajar para a Ilha de Malta.

Mas antes de escrevermos esses motivos para colocar as coisas em ordem!

Qual a língua falada em Malta?

Língua falada na Ilha de Malta.

Os idiomas falados em Malta são o maltês e o inglês.

O maltês é uma mistura de línguas e tem a escrita latim, com forte influência árabe (com alguns acentos esquisitos), mas também é uma mistura de italiano francês e inglês.

Inclusive, o fato do inglês ser um dos idiomas oficiais do país é um dos motivos de Malta ser tão procurada pelos brasileiros para intercâmbio.

Além disso, devido à sua proximidade com a Sicília, o italiano também é muito falado no país.

Qual a moeda usada em Malta?

Malta faz parte da Zona do Euro desde 2004, portanto, a moeda usada por lá é o euro.

Vale acrescentar que ela também faz parte do Acordo de Schengen, portanto, é obrigatório a contratação pelos turistas de um seguro viagem com uma cobertura mínima de € 30.000 euros.

O clima de Malta

Mdina, Ilha de Malta.
Malta no final do período do inverno.

No verão, leve roupas bem leves, pois é um dos países mais quentes da Europa.

O inverno no país não é tão rigoroso, até mesmo pela sua localização, portanto, a temperatura costuma ficar na média de 15 graus nesta estação, bem tranquilo, principalmente se comparado ao restante da Europa.

O mês mais frio costuma ser janeiro, quando é inverno no hemisfério norte.

Porém, mesmo no inverno, recomendamos que sempre leve na mala um item mais leve.

Como chegar a Malta?

Ilha de Malta vista do avião.
A vista de Malta de cima irá te encantar!

Saindo do Brasil, você deve pegar um voo para uma outra cidade da Europa e de lá, pegar o seu voo para Malta.

A rede de cidades europeias que oferecem voos até Malta é ampla.

Então, partindo do Brasil, algumas opções são chegar por: Londres, Roma, Frankfurt e Paris.

Como estávamos visitando a família do Konstantinos na Grécia, pegamos um voo partindo de Tessalônica até o Aeroporto de Internacional de Malta, em Luqa.

Onde ficar em Malta?

Mdina, Ilha de Malta, o que fazer.

Como estávamos viajando pela Europa, o nosso objetivo era ficar próximo ao aeroporto.

O Aeroporto de Malta está localizado em Luqa, a apenas 4,5 km de Valletta.

Porém, neste caso, você terá que pegar um ônibus ou táxi para visitar a capital.

Como nosso destino final era Londres, decidimos ficar em Luqa mesmo.

O lugar é pequeno, sem muitos atrativos e serviços, tivemos uma certa dificuldade em encontrar bares e restaurantes abertos no final de semana em Luqa.

No entanto, chegamos ao nosso quarto em 5 minutos de táxi, que encontramos no aplicativo ecab.

Mas se você planeja ficar por 2-3 dias, seria bom encontrar um hotel ou um airbnb perto do aeroporto.

Ilha de Malta, o que fazer, Luqa.
Nossa estadia em Luqa.

Porém, caso esteja planejando uma estadia de mais de 3 dias, recomendamos a hospedagem em Valletta, por lá você encontrará muitos turistas, bares e restaurantes.

E vai por mim, você não vai querer deixar de experimentar as delícias locais!

Depois de fornecer as informações necessárias sobre o seu voo e alojamento, agora sim vamos ver os 12 motivos que vão te convencer a fazer uma viagem para Malta!

1) Conheça a cidade patrimônio mundial, Valletta

Jardins Upper Barrakka, Valletta, Ilha de Malta
Jardins Upper Barrakka, uma das melhores atrações de Malta.

Seu passeio começa em uma atração impressionante com elementos gregos.

Esta é a Fonte Tritão que adorna a praça, onde o seu ônibus fará uma parada.

Essa praça está rodeada por vários parques temáticos e monumentos históricos.

No entanto, a sua atenção será atraída para a enorme entrada da cidade com enormes valas à direita e à esquerda, bem como as escadas que conduzem a um nível superior, onde a mais bela atração de Malta são os jardins dos Upper Barrakka Gardens.

Estes jardins estão rodeados por esculturas famosas e oferecem vistas idílicas do porto conhecido como Grand Harbor.

É um porto natural único formado pela zona portuária de Valletta e pelas três cidades opostas, Cospicua, Senglea e Vittoriosa (também chamadas de Bormla, L-Isla e Birgu respectivamente).

Depois de tirar fotos com a vista maravilhosa, é hora de explorar os becos da capital medieval.

Outras atrações que valem a pena ver em Valletta são o Museu Nacional de Arqueologia, a Casa Rocca Piccola, o Palácio dos Cavaleiros e uma parte importante da história dos Cavaleiros de Malta que é a Cocatedral de São João.

2) Nade na famosa caverna da Gruta Azul (Blue Grotto)

lha de Malta, o que fazer, gruta azul, blue grotto.
Um dos pontos turísticos mais famosos de Malta, a Blue Grotto

Este é um dos lugares mais bonitos de Malta.

O acesso é feito de barco a partir da vila de Wied Iz-Zurrieq e o trajeto leva cerca de 20 minutos.

De Valletta, você pode pegar o ônibus 74 e descer na parada Panorama.

De lá, você caminhará 10 minutos para chegar ao seu destino.

Se você pegar um bom barqueiro, terá a oportunidade de nadar nas águas azul-turquesa da Gruta Azul.

Além disso, na caverna você pode mergulhar com grupos especializados.

3) Conheça o diamante maltês

A Lagoa Azul está localizada na ilha de Comino, Malta.
Apenas 3 pessoas moram na ilha de Comino, onde fica a Lagoa Azul!

A Lagoa Azul é uma pequena lagoa com águas azuis rasas localizada na costa oeste da Ilha de Comino, entre a ilha de Malta e a ilha de Gozo.

Essa praia fantástica que parece ter saído do filme A Lagoa Azul atrai milhões de turistas todos os anos, principalmente nos meses de verão.

No entanto, devemos avisá-lo que esta é a parte mais movimentada de Malta, por isso é uma boa ideia visitá-la de manhã cedo para nadar nas belas águas da lagoa azul.

☞ Dicas para aproveitar melhor o seu passeio à Blue Lagoon

  • Chegue cedo;
  • Evite ir nos finais de semana (a Blue Lagoon é muito popular entre os moradores locais também);
  • Leve sapatos confortáveis ou sapatilhas para o mar (pois o terreno é um pouco irregular e as pedrinhas podem machucar o seu pé).
  • Ande alguns metros mais e você chegará a outro ponto turístico de Malta: Crystal Lagoon.

E se você já está na ilha de Comino, há também a opção de fazer uma trilha de cerca de 8 km que dá a volta em toda a ilha.

4) Tire fotos com os barcos coloridos na vila de pescadores de Marsaxlokk

O povoado mais bonito de Malta é a vila de pescadores de Marsaxlokk
Os barcos tradicionais de Marsaxlokk..

O assentamento costeiro mais bonito de Malta que lembra algo do Norte da África.

É principalmente famoso pelos coloridos barcos Luzzus que ostentam o símbolo do deus egípcio, como proteção do mar para os pescadores.

Esta é uma tradição que data da época em que os fenícios se estabeleceram em Malta.

No entanto, os pontos turísticos em Marsaxlokk não param por aí.

Neste povoado encontra-se a piscina natural St. Peter’s Pool(Piscina de São Pedro).

Um mergulho é obrigatório para os aventureiros.

Mas se você não gosta de nadar, há escadas nas pedras para descer até a piscina.

Outras atrações interessantes nesta vila de pescadores são a igreja paroquial de Nossa Senhora de Pompéia, o Fort San Lucian e o Forti Delimara, onde cenas do filme Assassin’s Creed foram filmadas.

5) Caminhe nas vielas medievais da cidade silenciosa, Mdina

Mdina, Ilha de Malta.
Mdina, Ilha de Malta.

Muitas pessoas conhecem este lugar pelo famoso portal que aparece na série Game of Thrones.

No entanto, essa bela cidade tem muito mais a oferecer.

É a cidade mais antiga de Malta, Mdina está localizada no topo de uma colina.

Antes de Valletta ser construída, era a capital de Malta.

Após a construção de Valletta pelos Cavaleiros de São João, a cidade ficou deserta e se transformou em uma cidade fantasma.

Talvez por isso seja conhecida como a “cidade silenciosa”.

Mas vamos ver o que fazer em Mdina.

Lá você encontrará um dos cafés mais populares – restaurantes, o Fontanella Tea Garden. Vale a pena esperar na fila para sentar e provar os deliciosos bolos.

Visite a experiência do Museu dos Cavaleiros de Malta, veja as células (masmorras de Mdina) que representam o que eles fizeram aos hereges durante a Idade Média.  Mas,  se você não aguenta as cenas de violência, é melhor evitar.

Tire fotos com as belas portas e edifícios de arquitetura barroca que enfeitam a cidade.

Há também a famosa Catedral de São Paulo com dois relógios.

Se você quiser saber por que os templos católicos de Malta têm dois relógios, você pode conferir aqui.

6) Explore a cidade onde o apóstolo Paulo viveu

Igreja de São Paulo, Rabat, Malta
Igreja de São Paulo, Rabat, Malta.

Poucos metros abaixo de Mdina fica a cidade de Rabat, que até hoje mantém sua essência árabe.

No entanto, a partir daí começou a difusão do cristianismo pela ilha e o lugar mantém, até os dias de hoje, uma das atrações mais importantes da ilha, as catacumbas de São Paulo.

Esse lugar foi onde o discípulo de Cristo viveu por 3 meses, após seu naufrágio na costa de Malta.

Outro ponto de interesse é a igreja de mesmo nome localizada na praça principal da cidade.

Se você gosta da decoração e da arte no palazzo Casa Bernard, onde será guiado pelo próprio proprietário, você encontrará excelentes móveis antigos, pinturas e outros grandes objetos que datam do século XVI.

Além disso, não se esqueça de subir na torre com a escada em espiral que lembra um conto de fadas.

Finalmente, se você gosta de caminhadas, pode cruzar a linha Victoria, que passa pelo Vale Bingemma.

7) Veja alguns dos templos mais antigos do mundo

O templo Neolítico de Tarxien juntamente com Hagar Kim são os templos antigos mais bem preservados de Malta!
O templo Neolítico de Tarxien juntamente com Hagar qim são os templos antigos mais bem preservados de Malta!

Malta é famosa pelos muitos templos megalíticos encontrados na ilha.

Esses grandes templos datam do período Neolítico à Idade do Bronze (5.000 a 2.200 aC).

O templo mais importante que vale a pena visitar é o Templo Hagar Qim, localizado no topo de uma colina perto da vila de Qrendi.

Apenas a 500 metros do Hagar Qim está o Templo Mnajdra.

Também vale a pena visitar o Templo Tarxien localizado na cidade de mesmo nome.

Alguns metros abaixo está outro sítio pré-histórico, conhecido como Hypogeum Hal Saflieni. Por trás dessa atração estão verdadeiras histórias de terror com eventos sobrenaturais que você pode ler neste artigo.

Se você estiver em Gozo, pode visitar o Templo Ġgantija, que se acredita ser um dos mais antigos. A partir daí existem mais alguns, mas os que sugerimos aqui, são os mais majestosos.

8) Nade nas praias paradisíacas de Malta

Malta, praia da Baía de Ghadira
Uma das praias mais populares de Malta, Ghadira Bay em Mellieha.

Já mencionamos a Lagoa Azul acima, pois é a praia mais famosa de Malta que você deve visitar.

No entanto, na ilha você encontrará muitas outras praias lindas que valem a sua visita.

As principais estâncias balneares e as maiores praias de areia estão localizadas no norte de Malta.

As praias mais populares de Malta são a Praia Mellieħa, a Praia Għajn Tuffieħa e a Praia Golden Bay.

Mas se você está procurando uma praia relaxante, a r-Ramla il-Hamra em Xaghra é a melhor escolha. Na verdade, à direita da praia há uma caverna no alto das rochas, de onde você pode tirar fotos maravilhosas.

9) Veja uma das mais belas paisagens naturais da Europa

Coral Lagoon, Ilha de Malta.
A Coral Lagoon está localizada no distrito Triq Dahlet Ix-Xmajjar de Il-Mellieħa.

Um dos nossos locais favoritos em Malta é a Coral Lagoon.

É uma caverna marítima a céu aberto.

Embora não tenha praia de areia, você poderá nadar nas águas azuis e cristalinas desta caverna.

Os mais valentes pulam e mergulham da rocha de 7 metros de altura.

Porém, há uma entrada também via mar e você pode ir nadando ou de caiaque.

Também pode fazer mergulho com equipamentos especiais que encontrará nos vários centros de mergulho de Malta.

10) Conheça a intensa vida noturna da ilha

Malta é conhecida por ser uma ilha famosa por suas festas espetaculares, especialmente durante a alta temporada, de junho a setembro.

A área de vida noturna mais popular de Malta é chamada de Paceville e está localizada em St. Julian’s.

Lá você encontrará de tudo, desde cafeterias a bares e de clubes a festas de iate.

Algo semelhante acontece na cidade de Sliema, que além dos grandes shoppings para fazer compras, também possui muitas casas noturnas conhecidas.

Outra cidade com uma vida noturna vibrante é Mellieħa.

É uma pequena vila, mas oferece o máximo em entretenimento combinado com belas vistas e uma arquitetura maravilhosa, já que a maioria dos bares e restaurantes estão localizados no pitoresco centro histórico.

11) Visite as inúmeras igrejas de Malta

O Templo Ta Pinu em Malta
O Templo Ta Pinu em Malta

Vamos começar com a Catedral de São João (1577), que é a igreja mais popular de Malta.

Essa igreja está localizada em Valletta e é composta por 9 capelas.

Agora, vamos prosseguir para a maior igreja de Malta conhecida como Rotunda de Mosta (1865). O projeto desta igreja é baseado no Panteão de Roma e tem a terceira maior cúpula sem suporte do mundo.

Quanto à igreja mais antiga da ilha, é a Igreja do Naufrágio de São Paulo, localizada em Bugibba.

No entanto, a igreja mais fotografada em Malta é a Basílica de Ta Pinu (1920) localizada em Gozo, nos arredores da vila de Gharb.

Outro templo majestoso que vale a pena ver é a Igreja de São José, na cidade portuária de Msida.

Finalmente, a Santuário Basílica de Nossa Senhora do Monte Carmelo em Valletta com certeza vai roubar sua atenção.

12) Visite a vila que literalmente saiu do cinema

Vila do Popeye, Malta, as melhores atrações de Malta.
Popeye Cinema Village está localizada perto da cidade de Mellieħa.

Esta é a famosa vila do Popeye, também conhecida como “Vila Sweethaven”.

Foi construída em 1979 pela Paramount Pictures e Walt Disney Productions para o filme de mesmo nome, estrelado por Robin Williams.

Esta aldeia de contos de fadas é hoje uma das atrações turísticas mais importantes de Malta, está aberta durante todo o ano e organiza várias atividades para crianças e adultos.

Hoje, muitas pessoas vêm a este lugar para tirar fotos, pois é considerado um dos melhores pontos para fotos do Instagram da Europa.

Últimas informações

Mdina, ilha de malta, portão mostrado nas gravações de Game Of Thrones.

1 . Em Malta é seguro beber água da torneira.

2 . A voltagem de Malta é 220-240 V.

3 . O padrão de tomada de Malta é como o do Reino Unido, portanto, leve um adaptador (de preferência um universal, pois assim você já aproveita para futuras viagens).

4 . Recomendamos o Google Maps ou o Apple Maps para traçar as rotas relacionadas ao transporte público.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais