Outros Destinos

Kiev: Como Foi Visitar a Ucrânia Durante A Guerra?

Kiev: Como Foi Visitar a Ucrânia Durante A Guerra?
By     -   On

Confira aqui a nossa experiência sobre como foi visitar a Ucrânia durante a guerra.

Em 2014 viajei para Kiev com meu primo. Inclusive, esse período foi o momento em que a crise na Ucrânia começou e terminou em uma guerra com a Rússia.

A vida pode ter sido normal na capital ucraniana. Mas não foi o caso na Praça da Independência Maidan, onde ocorreram manifestações antigovernamentais e depois uma revolta sangrenta.

Como começou o conflito entre a Rússia e a Ucrânia?

Antes de mais nada, os protestos começaram em novembro de 2013. Pois foi quando o presidente Viktor Yanukovych se recusou a assinar uma aliança política e um acordo de livre comércio com a União Europeia, em uma reunião da Parceria Oriental em Vilnius, Lituânia. Então, ao invés disso, ele optou por ter laços mais estreitos com a Rússia.

Qual foi a razão do início da guerra entre a Ucrânia e a Rússia?

Em 18 de fevereiro de 2014, manifestantes ucranianos entraram em confronto com a polícia.  Então, como resultado, 1.200 pessoas ficaram feridas e 112 manifestantes e 18 policiais foram mortos. Inclusive, esta revolta entrou para a história como a Revolução da Dignidade!

Além disso, a ironia é que nosso voo de volta para a Grécia foi no dia 17 de fevereiro! Obviamente, tivemos sorte. No entanto, desde a semana anterior, Kiev já cheirava a pólvora.

Como foi visitar a Ucrânia durante a guerra?

Ucrânia durante a guerra.

Os manifestantes ocuparam a Praça Eleftherias e literalmente bloquearam toda a praça.

Inclusive, se alguém quisesse chegar lá, teria que ser a favor da manifestação, é claro. Por acaso tínhamos conosco um amigo ucraniano que nos colocou no meio. Então, ali vivemos uma experiência inédita. Os manifestantes ocuparam todos os prédios da praça.

Além disso, havia barracas por toda parte, onde os manifestantes estavam hospedados. Inclusive, ao redor deles havia barris de fogo para mantê-los aquecidos. Ainda, as entradas da praça foram fechadas por todos os lados com cercas improvisadas, além de bloqueios de estradas feitos de pneus queimados e outros objetos.

Conseguimos passar já que nosso amigo era a favor dos manifestantes. Depois de checarem nossos passaportes, entramos na área cercada e depois, no prédio que era a liderança central da manifestação.

Muitos manifestantes usavam uniformes militares e carregavam armas automáticas. Depois de explorar o local partimos para as nossas acomodações.

Pode ter sido uma das experiências mais perigosas de nossas vidas, no entanto, o que não te mata, te faz mais forte!

E agora, nova guerra entre a Ucrânia e a Rússia?

Após 8 anos, os tambores da guerra estão soando novamente, embora em muitas áreas, como Luhansk e Donetsk, os combates nunca tenham parado. Esperamos que não haja mais guerra entre a Rússia e a Ucrânia e que seja encontrada uma solução pacífica!

LEIA MAIS: Esparta Hoje: A História E Os Pontos Turísticos Por Um Grego!

Brazil Greece

Equipe de redatores com foco na produção de conteúdo relacionado a viagens, saúde, cultura, curiosidades e dicas em geral. Temos no nosso time profissionais gregos que compartilham com vocês assuntos da Grécia e da cultura grega, como comidas, receitas, tradições, além de assuntos relacionados à Grécia Antiga e à Mitologia Grega.