Lucro do FGTS: R$ 13 bilhões já estão na conta; veja quanto você recebeu!

A Caixa Econômica Federal divulgou na última terça-feira (26) que o lucro do FGTS já foi depositado na conta de mais de 100 milhões de trabalhadores. O Conselho Curador do Fundo de Garantia já havia definido os valores e, o montante de mais de R$ 13 bilhões de 2021 é o maior desde que o lucro passou a ser distribuído.

Desse montante, 99%  foram repassados aos trabalhadores que possuem contas no FGTS. Portanto, veja se você teve direito ao recebimento e saiba como consultar o valor recebido.

Quem recebeu a distribuição do lucro do FGTS?

De acordo com as regras atuais, para receber o lucro do FGTS, o empregado deve ter uma conta, mesmo que inativa, vinculada ao fundo. Além disso, o saldo existente na conta em 31 de dezembro de 2021 deve ter sido de pelo menos R$ o,01.

Ainda, esse repasse é feito de maneira proporcional. Portanto, de acordo com o saldo já existente na conta do trabalhador. Por fim, o depósito ocorre de forma automática, sem necessidade de solicitação por parte do trabalhador.

Qual o valor dos pagamentos realizados?

Para quem ainda não conferiu a conta, o valor estabelecido para o pagamento foi de 0,02748761% sobre o saldo. Por exemplo, quem possuía R$ 1.000 na conta recebeu R$ 27,49. Portanto, uma distribuição de cerca de R$ 2,75 para cada R$ 100 de saldo que o contribuinte tinha na conta no final de 2021.

LEIA MAIS: 

Como consultar o valor recebido?

Você pode realizar a consulta do valor recebido tanto online quanto por telefone. Inclusive, é um procedimento bem simples.

Para realizar a consulta por telefone, basta ligar no número 3004-1104 (para capitais e regiões metropolitanas) ou no 0800-726-0104 (para outras localidades).

Além disso, para a consulta online, basta realizar o download do aplicativo FGTS, ou então acessar o site da Caixa. Por fim, há ainda a opção de acessar o Internet Banking Caixa no caso de clientes do banco.

LEIA MAIS:

Fique atento(a) às condições do saque

Porém, mesmo que o dinheiro já esteja na conta, não é possível que a pessoa realize o saque em qualquer momento. O direito ao saque do FGTS segue a lei do saque do Fundo de Garantia. Portanto, ele pode ser realizado nas seguintes situações:

  • Aquisição de casa própria, liquidação ou amortização de dívida, ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional;
  • Aposentadoria;
  • Término do contrato no prazo determinado;
  • Rescisão por falência, morte do empregador ou nulidade do contrato;
  • Conta vinculada que permaneceu por três anos seguidos sem crédito de depósitos e o afastamento do contribuinte ter ocorrido até 13/10/1990
  • Demissão sem justa causa;
  • Necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastre natural;
  • Rescisão do contrato por força maior;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Idade superior a 69 anos;
  • Portador de HIV (trabalhador ou dependente);
  • Estágio terminal em decorrência de doença grave.

Gostou deste artigo? Então não deixe de conferir outros assuntos da atualidade e de se inscrever no nosso site Brazil Greece para receber as principais dicas e notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais