Você é perfeccionista? Faça o teste e descubra em qual tipo você se encaixa!

Teste prático revela se você é um perfeccionista saudável ou obsessivo.

Os perfeccionistas saudáveis ​​não atingem necessariamente seus objetivos, mas alcançam um maior senso de realização devido aos seus esforços. Eles também comemoram cada vitória. Em contraste, os perfeccionistas obsessivos vivem com medo do fracasso. Os perfeccionistas saudáveis normalmente têm pouca fé em suas habilidades e falta de motivação. Por isso, psicólogos americanos criaram um teste sobre a necessidade das pessoas pela perfeição. Ao responder, você pode descobrir se suas obsessões o beneficiam ou o atrapalham. Pois, a relação das pessoas com seu grau de autoexigência será avaliada através destes resultados.

O perfeccionismo

Antes de tudo, é necessário entender o que é uma pessoa perfeccionista e suas características. O perfeccionismo saudável é a tendência de se concentrar em detalhes precisos, executar tarefas com extrema precisão e ser extremamente organizado. É um traço de personalidade essencial que melhora todos os aspectos da vida. No entanto, o perfeccionismo doentio pode ocorrer quando é acompanhado por um alto nível de autocrítica, altas expectativas e necessidade de conclusão. Isso pode causar depressão severa em perfeccionistas e pode até ser considerado patológico.

LEIA MAIS: 3 atitudes para ter um super FOCO em 2023; mesmo com tantas distrações

Outras características dos perfeccionistas incluem:

  • Eles sentem que algo está sempre faltando e nunca estão satisfeitos com o resultado final;
  • Se considera superior aos outros e precisa provar isso criticando-os constantemente;
  • Não acredita na qualidade do trabalho que está sendo feito;
  • Responsabilidade e determinação de forma exagerada;
  • Não aceitam erros e falhas, possuindo dificuldades para admitir que errou e aprender com isso, além de sempre se sentirem culpados e envergonhados nessas ocasiões;

LEIA MAIS: Escolha Um Chapéu E Descubra Quem É Você Nos Seus Relacionamentos!

O teste

O teste a seguir é utilizado em diversos trabalhos de pesquisa a fim de avaliar a relação das pessoas com o próprio grau de autoexigência. Faça da seguinte forma: Avalie os questionamento em uma escala de 1 a 7 nos 1 é “discordo completamente”, 2 “não concordo”, 3 “discordo vagamente”, 4 “não discordo nem concordo”, 5 “concordo consideravelmente”, 6 “concordo” e 7 “concordo plenamente”.

  1. Tenho altos padrões de desempenho em minhas atividades. ( )
  2. Muitas vezes fico frustrado por não conseguir atingir meus objetivos. ( )
  3. Se você não espera muito de si mesmo, nunca terá sucesso. ( )
  4. “Meu melhor” nunca parece ser bom o suficiente para mim. ( )
  5. Tenho grandes expectativas sobre mim mesmo. ( )
  6. Raramente desfruto de altos padrões de resultados. ( )
  7. Tentar o seu melhor nunca parece ser suficiente. ( )
  8. Estabeleço padrões elevados para mim mesmo. ( )
  9. Nunca estou satisfeito com minhas realizações. ( )
  10. Espero o melhor de mim. ( )
  11. Frequentemente não avalio minhas expectativas. ( )
  12. Meu desempenho raramente reflete meus padrões. ( )
  13. Mesmo sabendo que fiz o meu melhor, ainda não estou satisfeito. ( )
  14. Dou o meu melhor em tudo. ( )
  15. Raramente vivo de acordo com meus altos padrões. ( )

O resultado do teste

Agora que você já atribuiu um número para cada um dos questionamentos, realize a soma das respostas dos itens 1, 3, 5, 8, 10, 14 e 18. Este resultado representa os padrões. Ou seja, sua tendência a estabelecer metas ambiciosas. Em seguida, some as respostas dos questionamentos que restaram: 2, 4, 6, 7, 9, 11, 12, 13, 15, 16, 17 e 19. O resultado representa a discrepância, o que seria a indicação de que suas impressões, precisas ou não, não estão medindo seus padrões.

Veja os resultados

  • Perfeccionista saudável: 42 ou mais pontos nos itens que medem padrões e menos que 42 nos que medem discrepância.
  • Perfeccionista obsessivo: 42 pontos ou mais nos itens que medem padrões e 42 pontos ou mais de discrepância.
  • Não é considerado perfeccionista: menos de 42 pontos nos itens que medem padrões e 42 pontos ou menos nos que medem discrepância.

LEIA MAIS: Você é uma pessoa iluminada? 8 sinais indicam que você tem uma BOA aura!

Avaliação Final

É importante ressaltar que esta é apenas uma ferramenta de avaliação e somente ela não serve como diagnóstico final.

  • Perfeccionistas saudáveis: sabem que o sucesso não é possível em todas as áreas. Escolhem buscar a excelência, sabendo que falhará pelo menos uma vez.
  • Perfeccionistas obsessivos: acabam por cair em sua própria armadilha e o que poderia ser um ponto positivo acaba te atrapalhando. É preciso rever alguns conceitos e reavaliar a sua autocrítica.
  • Não são considerados perfeccionistas: não buscam a perfeição. Se você está contente com isso, tudo bem. Apenas perceba que, se quiser dar mais de si mesmo, poderá estabelecer metas em uma área específica de sua vida. Melhorar seus padrões pode ser motivador, desde que você também não aumente a autocrítica.

Se você gostou desse artigo e quer saber mais, não deixe de conferir outros textos interessantes no site Brazil Greece.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais