Zaanse Schans: Conheça O Vilarejo Dos Moinhos De Vento Na Holanda!

Tesouros históricos e encantos rústicos: Descobrindo Zaanse Schans nos Países Baixos

Zaanse Schans é uma encantadora vila histórica localizada na região de Zaandam, nos Países Baixos. Famosa por seus moinhos de vento icônicos, casas de madeira tradicionais e museus fascinantes, esta área pitoresca oferece aos visitantes uma viagem encantadora ao passado holandês. Com uma atmosfera autêntica e charme rústico, Zaanse Schans é um destino imperdível para aqueles que desejam explorar a rica história e cultura dos Países Baixos.

Antes de mais nada, Zaanse Schans é uma região para aqueles que gostam de experimentar gourme delicias. Então, se você está visitando Amsterdã, reserve pelo menos um dia para conhecer essa atração.

Origem do nome

Primeiramente, a vila recebe esse nome devido ao Rio Zaan que cruza o local. Além disso, também recebe o nome por ter sido um forte (do holandês schans) na Guerra dos Oitenta Anos pela independência contra os espanhóis.  

Onde fica Zaanse Schans?

moinhos-de-vento-zaanse-schans
Moinhos de vento em Zaanse Schans, alguns são abertos para visitação!

Antes de tudo, o vilarejo fica perto de Zaandam, no Norte da província da Holanda, a cerca de 20 km de Amsterdã.

Além disso, é visto pelos turistas como um museu natural.

Ainda, é o lugar ideal para quem quer conhecer e apreciar uma paisagem intrinsecamente holandesa.

Por fim, dentre as suas construções de arquitetura peculiar, você verá fazendas com produção de queijos, fábricas de chocolate e oficina de tamancos.

Conheca a história do Zaanse Schans

Primeiramente, nos séculos XVIII e XIX, teve início a revolução industrial e a região de Zaanse foi conhecida pela concentração de moinhos.

Contudo, entre 1961 e 1974, o lugar recebeu mais casas e moinhos, que foram reorganizados com a ajuda de reboques.

Então, foi construído o museu a céu aberto mais notável da Holanda que é considerado um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Inclusive, à medida que você vai caminhando pelo vilarejo, é possível observar as casas que ficam nas margens do Rio Zaan. Além disso, os moinhos ficam em uma rota única, repleta de pequenos animais e paisagens de tirar o fôlego.

Ainda, muitos deles são abertos para visitação, o que te permite entender um pouco sobre o desempenho e a função das engrenagens.

Como ir de Amsterdã para Zaanse Schans?

zaanse-schans-jardins-amsterdam
A arquitetura única holandesa!

Para quem está em Amsterdã, aqui vão algumas maneiras de ir à famosa vila de moinhos!

  • Trem

Na Estação Central de Amsterdã, é possível pegar um trem para Zaanse Schans e descer na estação que tem o mesmo nome da vila, Zaandijk Zaanse Schans Station.

A passagem custa pouco mais de € 3,00 e o percurso dura, em média, 20 minutos.

Feito isso, você deverá caminhar 10 a 20 vinte minutos até chegar ao destino. 

  • Ônibus

O ônibus também sai da Estação Central de Amsterdã e a passagem custa por volta de € 5,00.

Você deverá pegar o ônibus de número 391, que parte a cada 15 minutos, e descer na última parada, que fica na entrada da vila.

O percurso dura cerca de 40 minutos e você pode comprar o ticket com o motorista.

  • Ferry

O Rio Zaan passa por Amsterdã e Zaanse Schans. Portanto, a ida de balsa é uma outra opção.

Apesar dela poder valer à pena, as condições climáticas influenciam bastante.

A ferry, que é operado pela Zaanferry, sai da Estação Central e a passagem pode ser comprada minutos antes da partida, você pode comprá-la online. Entretanto, a viagem dura por volta de 120 minutos.

O valor desse mini cruzeiro é de 15 euros, já com o retorno, e você pode ver os moinhos de vento de Zaanse Schans, as fábricas tradicionais da vila e os armazéns típicos locais enquanto toma um chá ou um café no bar do ferry.

Você pode ficar 4 horas no vilarejo e depois pegar o ferry de volta a Amsterdã.

  • Bicicleta

Caso queira explorar essa região do jeito holandês, é possível ir de bicicleta.

Você pode pagar uma taxa extra e levá-la no trem.

Ao chegar na estação final, pedale até chegar à vila dos moinhos.

Vale acrescentar que há um aplicativo disponível tanto para Iphone quanto para Android que pode te mostrar diferentes rotas.

  • Excursão

Há, ainda, a opção de ir com um ônibus especial. Nesse caso, é possível fazer o agendamento em lojas especializadas.

  • Carro

Caso você tenha alugado um carro ou esteja com amigos e deseje ir por conta própria, o local é muito seguro para deixar o seu veículo.

A diária do estacionamento custa, em média, € 10,00 por dia, e o percurso dura cerca de 20 minutos.

Quando ir a Zaanse Schans?

rio-zaan-em-zaanse-schans
Às margens do Rio Zaan, em Zaanse Schans!

Zaanse Schans é um lugar extremamente turístico.

Caso queira encontrar a região um pouco mais calma, você pode ir a Zaanse Schans no inverno que seria o período mais aconselhável.

Usualmente, as pessoas preferem ir em dias ensolarados ou com temperaturas amenas para desfrutar dos passeios. 

A alta temporada vai de abril a novembro e é quando você irá encontrar praticamente tudo aberto por lá.

A região pode ser visitada em qualquer estação.

Entretanto, sugerimos que o calendário seja consultado previamente no site oficial. O objetivo é não perder tempo nem dinheiro.

Então, é importante verificar o horário de funcionamento dos museus e a disponibilidade dos passeios de barco para o dia que estiver planejando sua visita.

O passeio pela vila é gratuito e a maior parte das atrações funcionam de 9h às 17h.

Quando ver as tulipas em Zaanse Schans?

A melhor época para ver as flores encantadoras da vila é no final de abril, quando já é primavera e o vilarejo já não está tão lotado de turistas.

O que fazer em Zaanse Schans?

Confira a seguir o que ver em Zaanse Schans, esse charmoso vilarejo holandês, que conta com atrações tanto para crianças quanto para adultos:

  • Visitar os moinhos

zaanse-schans-moinhos-de-vento-paises-baixos

Zaanse Schans possui 6 moinhos funcionantes, alguns deles são abertos para visitação!

Ver um dos símbolos mais conhecidos da Holanda com os próprios olhos e até mesmo entrar em alguns deles é considerada a atração número um do vilarejo.

Desde 1961, transportaram os moinhos tanto por via aquática quanto por terra para a região de Zaanse Schans, e cada um deles possui um nome específico, além de desempenhar funções distintas. Alguns estão abertos para visitação, e os horários para visita podem sofrer variações.

Como o vilarejo fica em uma região plana, os moinhos auxiliavam a drenar a água das terras de volta para os rios. Com isso, a região se tornava produtiva e habitável.

Além disso, eles auxiliavam em processos como o de fabricação de óleos e o de moagem de temperos, por exemplo.

Quais são os moinhos de Zaanse Schans?

São 8 moinhos no total, dentre eles, 6 são considerados industriais, seguem os seus nomes as as suas funções:

  • O Dono de Casa (De Huisman), que produz mostarda.
  • O Castelo de Poelen Coroado (De Gekroonde Poelenburg), que é uma serralheira.
  • O Gato (De Kat), um moinho de tinturas
  • A Jovem Ovelha (Het Jonge Schaap) , uma serralheira.
  • O Buscador (De Zoeker) , que produz óleos. 
  • A Galinha Marcada (De Bonte Hen), que também produz óleos.

O valor do ticket para visitar cada moinho é de € 5,00 para adultos e € 2,50 para crianças e a maioria fica aberta para visitação entre os meses de abril e outubro.

  • Visitar lojas e fábricas locais

cheese-farm-catharina-hoeve-em-zaanse-schans
Cheese Farm Catharina Hoeve é uma fazenda de produção de queijo que remete ao século 17, é uma atração imperdível para os amantes de queijo!

A vila também conta com lojas incríveis e fábricas que produzem materiais típicos da região, como os famosos tamancos de madeira, chocolate e queijos de diversos sabores.

Caso queira, é possível comprar um souvenir, já que diversas lojas vendem tamancos por lá.

Fábrica de queijo: se você é um amante de queijo, não deixe de visitar a Cheese Farm Catharina Hoeve, uma fazenda do século XVII.

Em geral , menos de 1 hora é o suficiente para conhecer o lugar. 

Você recebe uma explicação, disponível em vários idiomas, sobre o processo de fabricação de queijos e pode degustar as suas variedades .

Ao final do tour você pode comprar queijos, doces e souvenirs.

Confira com antecedência, mas o horário de funcionamento costuma ser de 8 às 18 h e o melhor: a entrada e a degustação são gratuitas.

  • Visitar as lojas de tamancos holandeses

tamanco-holandes-zaanse-schans
Em Zaanse Schans você irá encontrar lojas com os famosos tamancos holandeses! Há uma grande variedade de cores e tamanhos.

A fábrica de tamancos holandeses, que são chamados clogs ou klomps, confecciona calçados de várias cores e tamanhos.

A madeira é um ótimo impermeabilizante e, como no passado a região ficava sempre alagada, esses sapatos protegiam os pés dos agricultores.

Além disso, é possível assistir a uma pequena demonstração bem didática da sua produção.

Embora os funcionários sejam holandeses, as explicações podem ser em inglês, francês e também em outros idiomas.

Ainda hoje, agricultores, mineradores e funcionários de algumas fábricas principalmente na área rural usam esse tipo de tamanco.

A União Europeia certifica os sapatos devido à sua segurança, pois eles suportam impactos de objetos pontiagudos e também são resistentes a ácidos.

  • Visitar os museus

museu-shop-albert-heijn-zaanse-schans
Museum Shop Albert Heijn.

Para as pessoas que apreciam passeios variados, o vilarejo oferece lugares para visitar o dia todo.

Isso se dá porque as atrações vão muito além dos moinhos. O vilarejo conta com pequenos museus e muitos possuem entrada gratuita.

Uma opção muito procurada é o The Zaans Museum, nesse caso a entrada é paga e o valor para adultos é de 12,50 euros.

Nele você conhecerá um pouco mais sobre a história dessa região da Holanda ao longo do tempo, incluindo a sua arquitetura, os seus antigos moinhos de vento,  as suas fábricas e também as lojas típicas locais. 

Atrações do Zaans Museum

Dentre as atrações, você também encontra o Museum Cafe, a Verkade Experience e a exposição Monet in Zaandam

  • Fábrica de chocolate:  uma atração muito procurada é a Verkade Experience, que é uma fábrica do início do século XX na qual você encontra as máquinas originais usadas na produção de chocolate e biscoitos da época. Ela faz parte do Museu Zaans. Nesse tour, você pode fazer  seu próprio chocolate ou o seu próprio biscoito. Além disso, pagando cerca de 2,5 euros, você pode comprar uma barra de chocolate na recepção e fazer o seu próprio desenho de embalagem, escolhendo as cores de sua preferência, usando uma máquina do local para embalar o seu chocolate. 
  • Museum Café:  você pode sentar e tomar o seu café, enquanto admira uma vista panorâmica pela janela de uma típica paisagem holandesa com os seus moinhos de vento. O local tem livre acesso a wi-fi.
  • Monte in Zaandam: essa é para os apreciadores da arte. Em 1871, o pintor francês Monet passou pela região de Zaandam e ficou deslumbrado pelas paisagens do lugar, durante o seu tempo por lá, escreveu a um amigo: “Zaandam é bastante notável e há o suficiente para pintar por toda a vida. Casas de todas as cores, centenas de moinhos e barcos maravilhosos.” Nesse museu, você encontra algumas das suas obras, além de obras de outros artistas que usaram as paisagens holandesas de inspiração para o seu trabalho.

Além dessas atrações, você também pode conhecer mais o mundo do artesanato local e experimentar trajes holandeses tradicionais.

Ainda, cada atração no museu tem um horário de funcionamento diferente, é importante conferir no site oficial antes de planejar a sua ida.

 

Outros museus

Além disso, outro lugar também muito visitado é o Museum Shop Albert Heijn, que consiste em uma pequena e antiga mercearia.

Inclusive, ela foi a primeira da famosa rede holandesa de supermercados Albert Hejin, que agora é um museu.

Ainda, essa visita te levará de volta ao passado e o museu possui móveis e artefatos originais desde 1887. A entrada é gratuita.

Por fim, algumas outras opções de museus são: The Bakery Museum, The Duth Clock Museum e The Noorderhuis Museum.

  • Passeios de barco

passeio-de-barco-zaanse-schans
O passeio de barco ao longo do Rio Zaan dura cerca de 50 minutos!

O passeio de barco pelo Rio Zaan pode ser feito entre abril e setembro e dura, em média, 50 minutos.

Quanto tempo passar em Zaanse Schans?

Em um passeio de um dia você consegue conhecer muita coisa por lá! Além disso, a Zaanferry oferece um passeio de barco, que sai de Amsterdã, no qual você dispõe de 4 horas para conhecer a vila.  

Assim, no nosso caso, uma tarde foi o suficiente para visitarmos os principais pontos turísticos do lugar!

ponte-zaanse-schans
Ponte sobre o Rio Zaan!

Dicas bônus

★ Sapatos: use sapatos confortáveis, pois o lugar é lindo e exige uma boa caminhada. Acredite, você não vai querer deixar de aproveitar o passeio por conta disso.

★ Ciclovias e calçadas: preste atenção nas demarcações para não atrapalhar o tráfego e para evitar acidentes. Os ciclistas costumam pedalar rápido.

★ Comida em Zaanse Schans: o lugar tem ótimas opções de cafeterias e restaurantes que são para todos os bolsos. Dentre eles, você tem a opção de experimentar a famosa panqueca gigante de quase 30 cm.

★ Bicicleta e trilhas: Há muitos caminhos e lindas colinas em Zaanse Schans e alugar uma bicicleta vai ser a melhor maneira de descobrir as belezas escondidas do lugar. Caso tenha interesse, é possível alugar a sua bike e escolher trilhas para fazer caminhadas.

★ Segunda-feira em Zaanse Schans: algumas  atrações não abrem na segunda, portanto, verifiquem  com antecedência o cronograma local.

você pode gostar também