DicasNotícias

10 melhores cidades da Europa para se mudar e viver bem em 2024

10 melhores cidades da Europa para se mudar e viver bem em 2024
By     -   On

A busca por qualidade de vida tem levado muitas pessoas a considerarem se mudar para cidades europeias. Mas, quais seriam os melhores destinos europeus para se mudar e ter uma ótima qualidade de vida? Bem, em 2024, algumas cidades se destacam nesse quesito, oferecendo ambientes acolhedores, infraestrutura de qualidade e um estilo de vida equilibrado. Veja a seguir quais são elas.

Cidades líderes em satisfação

Segundo um relatório da UE de 2023, cerca de 90% dos moradores da União Europeia estão satisfeitos com a vida em suas cidades. Destacam-se neste panorama cidades menores, que são percebidas como melhores para viver em diversos aspectos, como segurança, disponibilidade de espaços públicos, saúde, acessibilidade habitacional e administrações públicas locais.

Além disso, são consideradas melhores para idosos, famílias com crianças pequenas e imigrantes. As dez cidades com maior satisfação dos residentes são Zurique, Copenhague, Groningen, Gdansk, Leipzig, Estocolmo, Genebra, Rostock, Cluj-Napoca e Braga​​​​.

Leia mais: Carros que serão proibidos pela Uber em 2024

Pequenas cidades, grandes vantagens

Além da satisfação elevada, cidades menores têm se mostrado particularmente atraentes. Elas oferecem um equilíbrio entre oportunidades de trabalho e qualidade de vida, sendo mais seguras e limpas. Essas características as tornam ideais especialmente para famílias e idosos​​.

Vida urbana e cultura

Ainda, cidades como Sarajevo e Belgrado têm se destacado pela sua riqueza cultural e histórica. Essas cidades oferecem uma mistura única de tradições e modernidade, com muitos locais de interesse histórico, vida cultural vibrante e uma variedade de opções de lazer​​.

Porém, apesar das vantagens, algumas cidades enfrentam desafios. Por exemplo, Valencia e Madrid, na Espanha, têm ótimas condições de vida, mas apresentam desafios no mercado de trabalho, como a falta de segurança no emprego. Além disso, em Milão e Roma, na Itália, expatriados enfrentam dificuldades com burocracia e acesso à habitação, além de desafios no mercado de trabalho. Enquanto isso, em Hamburgo, na Alemanha, há uma menor satisfação com a vida social e dificuldades no início da vida na cidade​​.

Leia mais: 9 atrações turísticas que vão fechar ainda este ano, em 2024

Portanto, a Europa continua oferecendo uma variedade de destinos atraentes para quem busca qualidade de vida. As cidades menores se destacam como joias escondidas, oferecendo segurança, cultura e um estilo de vida equilibrado, ideal para famílias e idosos. Ao mesmo tempo, as maiores cidades oferecem suas próprias vantagens e desafios, com uma rica vida cultural e oportunidades variadas, mas também com desafios no mercado de trabalho e na integração social

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.