Curiosidades

4 gestos comuns no Brasil que você jamais deve fazer no exterior

4 gestos comuns no Brasil que você jamais deve fazer no exterior
By     -   On

Quando viajamos para outros países, é importante ter consciência de que nem todos os gestos e comportamentos que são normais no Brasil têm a mesma aceitação ou compreensão em outras culturas. Por exemplo, o que pode ser um gesto inocente para nós, pode ser ofensivo ou desrespeitoso em outros lugares. Portanto, é essencial conhecer e respeitar as normas culturais do país que estamos visitando. Por isso, vamos mostrar alguns gestos comuns no Brasil que devem ser evitados no exterior.

Gestos que são comuns no Brasil, mas que você deve evitar no exterior

1. O gesto de “joinha”

No Brasil, o gesto de “joinha” é extremamente comum. O usamos para expressar aprovação ou satisfação. No entanto, em alguns países, como Irã e Grécia, esse gesto é considerado extremamente ofensivo e pode ser interpretado como um insulto. Portanto, é melhor evitar fazer o gesto de “joinha” ao visitar esses países e optar por expressar sua aprovação de outras maneiras.

Leia mais: 5 coisas bizarras que Alexandre, o Grande, trouxe da Ásia para a Europa

2. O gesto de “chifrinhos”

Quem nunca fez um gesto de “chifrinhos”? Aqui no Brasil costumamos usá-lo para brincar ou zombar de alguém. Porém, em países como Itália e Espanha, esse gesto associa-se à infidelidade e pode ser extremamente ofensivo. Então, evite fazer esse gesto ao visitar esses países, pois pode causar mal-entendidos e constrangimentos desnecessários.

3. O gesto de “OK”

Como assim, até ele? Isso mesmo, no Brasil, o usamos para mostrar que algo está bom ou que está tudo bem. Porém, na França e Turquia, por exemplo, esse gesto pode ser interpretado como ofensivo e vulgar. Só para se ter uma ideia, na França o gesto de “OK” é considerado um gesto obsceno e pode ser visto como uma ofensa.

Leia mais: O local onde as pessoas vivem abaixo de rochas subaquáticas

4. O gesto de “apontar com o dedo”

No Brasil, é comum apontar para algo ou alguém com o dedo para indicar direção ou chamar atenção. No entanto, esse gesto pode ser algo rude e desrespeitoso para algumas culturas no exterior.

Então, ao viajar para outros países, é essencial ter consciência de que gestos que são comuns e aceitos no Brasil podem ter significados diferentes e até ofensivos em outras culturas. Então, sempre pesquise a aprenda sobre as normas culturais do país que irá visitar, a fim de evitar mal-entendidos e constrangimentos desnecessários. Nunca se esqueça: respeitar e adaptar-se às diferentes culturas é fundamental para uma experiência de viagem positiva e respeitosa.

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.