Veja quais são as principais diferenças entre o português do Brasil e de Portugal

Embora Portugal e Brasil compartilhem a mesma língua, há diferenças no modo de falar e escrever!

Brasil e Portugal se destacam como dois polos linguísticos repletos de peculiaridades encantadoras. Venha conhecer diferenças no modo de usar a língua portuguesa entre esses dois países e veja a beleza de duas variedades de um mesmo idioma!

Vocabulário com significados distintos

Quando falamos sobre as diferenças entre o português de Portugal e do Brasil, uma das principais questões é o vocabulário.

Apesar de muitas palavras serem compartilhadas, é interessante notar que existem termos com significados bem distintos em cada país.

Enquanto em Portugal se usa “autocarro” para se referir ao transporte coletivo, no Brasil a palavra correspondente é “ônibus”. Da mesma forma, “telemóvel” em Portugal é equivalente a “celular” no Brasil.

Outra curiosidade é a palavra “bala”, que no Brasil é um doce adorado por crianças, mas em Portugal, esse mesmo doce é conhecido como “rebuçado”.

Por exemplo, em Portugal, chama-se “tira-cápsulas” ao objeto que no Brasil é conhecido como abridor, “hospedeira de bordo” é o termo usado para se referir à aeromoça, “casa de banho” é o equivalente ao banheiro, e “bilhete de identidade” é a designação portuguesa para o que no Brasil é chamado de carteira de identidade.

LEIA MAIS: Costumes que ofendem em outros países e você nem imaginava

Diferenças de pronúncia

Outra distinção marcante entre o português de Portugal e do Brasil é como pronunciamos as palavras. As variações na pronúncia podem ser bem evidentes e, às vezes, até uma mesma palavra soa diferente em ambos os países.

O sotaque também tem diferenças. No Brasil, articulamos as vogais tônicas e átonas de forma mais destacada, pois falamos mais devagar. Já em Portugal, apenas as vogais tônicas são pronunciadas com mais ênfase, tornando as átonas menos evidentes.

Construção de frases e uso do gerúndio

Como construímos nossas frases e usamos o gerúndio também apresenta variações entre o português de Portugal e do Brasil.

Em Portugal, para expressar uma ação que está acontecendo no presente, é comum utilizar o infinitivo, como em “Eu estou a ler um livro”. Já no Brasil, temos preferência pelo gerúndio, utilizando a terminação em -ndo, como em “Eu estou lendo um livro”.

No Brasil, é frequente ouvirmos a expressão “Estou fazendo o jantar agora” com o uso do gerúndio do verbo. Em Portugal, por sua vez, é comum utilizar a construção “Estou a fazer o jantar agora” para expressar a mesma ideia.

LEIA MAIS: A maior ponte ferroviária da Europa que conecta 2 países e termina no mar

Colocação pronominal

Outra característica distintiva é a colocação do pronome oblíquo, que pode variar entre o português de Portugal e do Brasil.

Deste modo, no Brasil, é comum dizer “Me empresta uma caneta” ou “Você pode me dar uma caneta?”. Enquanto em Portugal, é sempre utilizado o formato “Podes dar-me uma caneta?”.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também