15 Curiosidades Sobre A Comida Grega Na Grécia Antiga! CONFIRA!

Conheça neste artigo as maiores curiosidades sobre a comida grega na Grécia Antiga!

Antes de tudo, como você talvez saiba, os gregos antigos eram rígidos com sua dieta e exercícios para manter seus corpos e mentes saudáveis.

Desde aquela época, a comida já fazia parte da cultura, associada à medicina, à filosofia e à adoração.

Então, você verá  abaixo que a dieta na Grécia antiga tem muito em comum com a dieta mediterrânea de hoje.

Inclusive, a dieta mediterrânea é tão importante que é recomendada no tratamento de algumas doenças, como a hipertensão.

Mas que alimentos os gregos costumavam ter na mesa?

Então, vamos lá, veremos aqui 15 curiosidades sobre a comida grega na Grécia Antiga.

1. Quais eram os alimentos mais importantes da Grécia Antiga?

Comida grega na Grécia Antiga.
Comida grega na Grécia Antiga.

Inicialmente, óleos, cereais, frutas e verduras eram os alimentos básicos que quase todas as famílias gregas tinham na mesa.

Também a manteiga era conhecida, mas usava-se o azeite de oliva como base, por ser considerado mais saudável.

Além disso, a Zea foi um dos produtos mais importantes da Grécia antiga.

Inclusive, segundo alguns cientistas, Zea foi o trunfo oculto dos gregos antigos, pois fortalecia o sistema imunológico, além de ser um elemento-chave da função bioquímica do cérebro.

2. Quantas refeições por dia os antigos gregos faziam?

Antes de tudo, as refeições na antiguidade começavam com o acratismo.

Esta é uma pequena refeição, onde mergulhavam o pão no vinho, acompanhado de figos secos, azeitonas e nozes.

Depois vinha o almoço, uma refeição simples e rápida, denominada “excelente”( “άριστον” em grego).

Também alguns faziam uma refeição leve à tarde, conhecida como noite (“εσπέριμα” em grego).

No entanto, a maior e mais importante refeição era o jantar no final do dia.

3. Qual era a bebida grega antiga mais famosa?

Às vezes, eles complementavam o acratismo com a famosa bebida grega antiga chamada kykeon.

Era uma espécie de caldo, composto por vinho tinto, queijo de cabra, farinha de cevada e mel de grande valor calórico.

Era esse caldo que os guerreiros bebiam antes da batalha.

4. Produtos caros da Grécia Antiga

Carne e frutos do mar eram um luxo e dependiam da situação financeira da família.

O mesmo acontecia com produtos lácteos, como o queijo.

Essas opções estavam disponíveis principalmente para os ricos e para aqueles que viviam no campo ou perto do mar.

5. O que era vinho sem limites?

Um dos bens mais valiosos dos gregos antigos eram as uvas.
Um dos bens mais valiosos dos gregos antigos eram as uvas.

Os gregos antigos sempre acompanhavam a comida com um vinho, porém costumavam misturá-lo com água.

Mas por que os gregos antigos bebiam vinho aguado?

O vinho não diluído na Grécia antiga era considerado algo não-civilizado, então eles colocavam água para evitar suas consequências desagradáveis ​​(“vinho Akratos” = vinho sem limites/sem restrições).

Por outro lado, eles também costumavam dar vinho aos enfermos como remédio.

6. O que era o banquete na Grécia Antiga?

Uma das formas favoritas de entreter os gregos antigos era o simpósio (reunião de pessoas que bebiam).

Este era um jantar, um banquete, com amigos ou conhecidos, que comiam, bebiam e se divertiam ao mesmo tempo.

Além disso, eles nunca comiam sozinhos, pois era considerado um ato de miséria.

Até hoje, encontramos esta cultura grega antiga em todos os cantos da Grécia.

7. Mel na Grécia Antiga!

O mel era o alimento mais importante para os gregos antigos.

Tanto que Hipócrates havia descrito o mel como o melhor remédio nutricional, o que torna a cor humana mais intensa.

Além disso, Pitágoras descobriu que o mel tinha propriedades benéficas e atribuiu os seus muitos anos de vida ao mel do vinho, que ele bebia diariamente com pão.

8. Produtos de nosso tempo que não existiam na Grécia Antiga

Produtos como arroz, batata, pimentão, tomate, milho, banana, café e açúcar não estavam na mesa dos gregos antigos.

Embora hoje as plantas cítricas sejam muito consumidas na Grécia, não há informações de que os gregos antigos conheciam limões e laranjas.

9. Especiarias e condimentos

Os antigos alimentos gregos tinham o objetivo de agradar e não de pesar o estômago, afinal por isso eram ricos em ervas aromáticas e especiarias.

Algumas das ervas e especiarias que usavam no dia-a-dia eram passas, orégãos, tomilho, gergelim, cardamomo, cominho, pinhão, açafrão, coentro, hortelã e alcaparras.

Além disso, até hoje, na maioria dos lares gregos, você encontrará as especiarias acima.

10. Quais eram as frutas mais importantes da Grécia?

O figo era a fruta favorita dos gregos antigos.
O figo era a fruta favorita dos gregos antigos.

O figo na Grécia antiga era a fruta mais importante depois da azeitona e da uva.

Costumavam comê-lo como sobremesa após as refeições ou como acompanhamento do vinho.

Também durante as Olimpíadas, os atletas comiam figos devido à sua importância para a hipertrofia.

Além disso, outra fruta que teve a sua importância foi o marmelo. Além de ser um símbolo de alegria e serenidade, era uma fruta que os noivos compartilhavam na noite de núpcias.

Na verdade, é dito que a maçã da Disputa que Páris deu a Afrodite era um marmelo.

11. O que era caldo de Melas?

No cardápio não faltavam sopas e caldos.

Os guerreiros espartanos costumavam comer caldo Mela, que era feito de carne de porco cozida, vinagre, sal e sangue.

No entanto, os atenienses consideravam esse caldo tão nojento que zombavam dos espartanos dizendo a seguinte frase: “Claro que os espartanos são os mais corajosos de todos.”

12. Vegetarianos na Grécia Antiga

As verduras e os legumes eram um dos alimentos preferidos dos gregos e eram muito procurados por suas propriedades medicinais.

Cebola, pepino, tremoço, alcachofra, caruru, favas, grão de bico, feijão e lentilha eram populares.

Mas você sabia que existiam vegetarianos, mesmo na antiguidade?

Embora Pitágoras seja conhecido pelo famoso teorema de Pitágoras, ele também atuou em outro campo.

Na nutrição, Pitágoras foi considerado o pai do vegetarianismo e até teve muitos seguidores.

13. Doces da Grécia Antiga

Cada região da Grécia faz suas deliciosas tortas locais da antiguidade.
Cada região da Grécia faz suas deliciosas tortas locais da antiguidade.

Depois do banquete, era a vez dos doces maravilhosos que se baseavam principalmente no mel, pois como falamos, não havia açúcar naquela época.

No entanto, havia doces que são feitos até os dias de hoje.

O cardápio incluía bolos, panquecas, pastéis com gergelim, torta de mosto, marmelo fervido com mel e até costeletas, um bolo feito de folhas pastéis, com mel, amêndoas e nozes, que lembra o baklava de hoje.

14. A arte da massa artesanal

Por fim, falaremos sobre as tortas e pãezinhos que até hoje ocupam um lugar especial na dieta grega.

O pão de mel era a especialidade de Atenas.

Outras tortas que os gregos antigos adoravam eram a torta de leite, a torta de erva-doce e a torta de carne.

Além disso, essa tradição perdura até hoje e as tortas são uma comida grega que definitivamente você deve experimentar ao visitar a Grécia.

15. Os gregos antigos usavam talheres?

Por fim, os gregos antigos comiam com colheres, as chamadas cócleas, porém, preferiam usar a casca do pão para aparar sua mordida e muitas vezes comiam com as mãos.

Embora tenham descoberto o garfo, os gregos ainda usam as mãos para comer certos alimentos.

Também algo que se preserva até hoje, é o hábito de usar o kora, que é a casca do pão, como os antigos gregos e até mergulhá-lo na famosa salada grega.

LEIA MAIS: O Que Os Gregos Antigos Comiam Para Se Manter Em Forma?

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais