Grécia

Conheça a Bahamas da Grécia que nasceu da mitologia grega

Conheça a Bahamas da Grécia que nasceu da mitologia grega
By     -   On

Lichadonisia, frequentemente chamada de “Bahamas da Grécia”, é um arquipélago encantador localizado próximo ao nordeste de Evia. Assim, este destino pouco conhecido, oferece uma experiência única com sua natureza intocada e praias paradisíacas.

Esse arquipélago possui sete pequenas ilhas, conhecidas por sua beleza natural deslumbrante, suas águas cristalinas e suas praias intocadas. Além disso, Lichadonisia também tem uma rica história e está envolvida em várias histórias e mitos da mitologia grega. Portanto, veja a seguir o que esse lugar tem de tão especial

A beleza de Lichadonisia

As ilhas de Lichadonisia são um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza. Com suas praias de areia branca e águas azul-turquesa, é um destino perfeito para relaxar e desfrutar do sol. O arquipélago é formado por pequenas ilhas rochosas cobertas por vegetação exuberante, criando uma paisagem única e encantadora.

Além disso, a beleza natural do lugar é ainda mais acentuada pela sua localização remota e pela falta de intervenções humanas. Essas ilhas são praticamente intocadas pelo turismo em massa, o que as torna um refúgio tranquilo e preservado. Assim, ao explorá-las, os visitantes têm a oportunidade de mergulhar em um ambiente natural intocado e desfrutar de uma atmosfera serena e pacífica.

A mitologia de Lichadonisia

Formada por um terremoto em 426 a.C., Lichadonisia tem uma rica história e mitologia. Segundo a lenda, as ilhas foram criadas a partir das partes do corpo de Lichas, servo de Hércules, lançadas ao mar. Essa fascinante história contribui para o misticismo do local.

Além disso, também está envolvida em várias outras histórias e outros mitos. Por exemplo, outra dessas histórias está relacionada ao deus Apolo e a ninfa Creúsa.

Segundo a lenda, Creúsa era uma ninfa que vivia em Lichadonisia e era conhecida por sua beleza incomparável. Apolo, o deus do sol, ficou encantado por Creúsa e se apaixonou por ela. Então, eles tiveram um filho juntos, chamado Ion.

No entanto, Creúsa foi forçada a abandonar Ion logo após seu nascimento, pois Apolo era casado com outra ninfa. Então, ela colocou o bebê em uma cesta e o deixou à deriva no mar. Depois, Ion foi resgatado por um pescador e cresceu em Delfos, onde se tornou um famoso herói da mitologia grega.

Essa história mitológica adiciona um elemento místico e romântico a Lichadonisia. Ao visitar as ilhas, os turistas podem imaginar a beleza de Creúsa e a tristeza de sua separação de Ion. Essa conexão com a mitologia grega torna a experiência no lugar ainda mais fascinante.

Leia mais: Percy Jackson: grego conta quem era Equidna na mitologia grega

Explorando Lichadonisia

Para explorar Lichadonisia, os visitantes podem fazer passeios de barco a partir de Atenas ou de outras ilhas próximas, como a Kamena Vourla no continente grego e de Kavos em Evia. Os preços dos bilhetes de barco variam, mas são acessíveis, proporcionando uma viagem tranquila e cênica até este destino único. Os passeios de barco oferecem a oportunidade de explorar as ilhas e nadar em suas águas cristalinas.

Além disso, o lugar é um destino popular para os amantes do mergulho. Suas águas são ricas em vida marinha e oferecem uma experiência única de mergulho, com a possibilidade de explorar cavernas subaquáticas e admirar a variedade de espécies marinhas.

Os turistas também podem desfrutar de caminhadas pelas trilhas naturais das ilhas, apreciando a flora e a fauna locais. Com sorte, é possível avistar golfinhos e outras espécies marinhas durante a caminhada.

Leia mais: Veja o que significa solo traveler e por que você deveria ser um

Preservando a beleza de Lichadonisia

Devido à sua importância ecológica e sua beleza natural, Lichadonisia é protegida como uma área de conservação. É essencial que os visitantes respeitem e preservem a natureza intocada das ilhas, evitando deixar lixo e seguindo as regras estabelecidas para a visita.

Preservar a beleza local é fundamental para garantir que as futuras gerações também possam desfrutar desse paraíso natural. Ao visitar as ilhas, os turistas têm a responsabilidade de deixar apenas pegadas e levar apenas memórias, contribuindo para a sustentabilidade e preservação desse tesouro grego.

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.