Notícias

Sistema Valores a Receber já tem consulta LIBERADA; veja como acessar!

Sistema Valores a Receber já tem consulta LIBERADA; veja como acessar!
By     -   On

Em abril de 2022, o Banco Central impulsionou a economia ao permitir a consulta ao Sistema de Valores a Receber (SVR), o que gerou expectativa na população de resgatar dinheiro esquecido nos bancos. A paralisação dos servidores do banco em 2022 atrasou o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR), adiando o prazo de retorno inicialmente previsto para 2 de maio. Mas, a boa notícia é que voltou a estar disponível nesta terça(28) a consulta dos valores a receber.

Além disso, caso haja algum valor a ser recebido, o cidadão poderá solicitar a devolução a partir de 7 de março. Vale lembrar que na segunda fase, serão devolvidos cerca de R$ 6 bilhões para 38 milhões de pessoas e 2 milhões de empresas.

Sistema de Valores a Receber

O SVR trará algumas melhorias importantes, como a possibilidade de impressão de telas, sala de espera virtual e consulta de valores de pessoa falecida.

Na volta do serviço, foram implementadas melhorias importantes para os usuários. Por exemplo, a inclusão de todos os tipos de valores previstos na norma do SVR. Além do compartilhamento e da impressão das telas e protocolos de solicitação do SVR. Há também uma sala de espera virtual para acesso sem agendamento e consulta a valores de pessoa falecida.

Outra novidade é a transparência para quem tem conta conjunta, permitindo que, ao entrar no sistema, o outro titular possa ver as informações da solicitação realizada pelo outro.

Todas as modificações foram feitas com foco na segurança, facilidade de uso e conforto dos usuários, especialmente para aqueles que utilizam o sistema por meio do celular.

Atualmente, o SVR disponibiliza aproximadamente R$ 6 bilhões de valores a serem recebidos para 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. Esses valores estão relacionados a diversos tipos de recebíveis.

Porém, é importante ficar atento, pois criminosos virtuais têm aproveitado para aplicar golpes enganosos a respeito. Portanto, para saber mais informações e se proteger contra essas fraudes, esteja atento e consulte o site correto.

LEIA MAIS:  Calendário PIS/PASEP: Veja Quais Grupos Irão Receber Em MARÇO!

Como fazer o saque dos Valores a Receber

Confira abaixo o passo-a-passo para consultar e sacar valores esquecidos em bancos:

  1. Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br;
  2. Utilize o seu CPF e data de nascimento ou CNPJ e data de abertura da empresa para verificar se há valores a receber;
  3. Caso encontre valores a receber, anote a data informada pelo sistema;
  4. Se você ainda não possui um cadastro Gov.br, é necessário fazer um cadastro gratuito no site ou aplicativo Gov.br (disponível na Google Play e App Store). Será necessário possuir um cadastro Gov.br nível prata ou ouro para solicitar a transferência dos recursos. O login Registrato não será válido para acessar o sistema;
  5. Retorne ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada e faça login com sua conta Gov.br para saber qual o valor disponível e solicitar a transferência dos recursos;
  6. Caso perca a data de resgate, acesse novamente o site em outra data para obter uma nova data de retorno.

LEIA MAIS: Empréstimo Nubank vale a pena? Veja como começar a pagar só após 3 meses!

Atente-se aos golpes

Bandidos estão se passando por colaboradores do Banco Central e entram em contato com vítimas pedindo-lhes dados pessoais. Por exemplo, nome completo e CPF. Além disso, os golpes estão sendo aplicados via WhatsApp, SMS e E-mail. Por isso, caso receba alguma mensagem com esse tipo de conteúdo, ignore-a, pois o único site e canal de informação oficial sobre o valor recebido é valoresareceber.bcb.gov.br.

Por fim, gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

Agência Texty

Agência Texty é uma equipe de redatores profissionais especializados em marketing de conteúdo, produção de conteúdo para web, inbound marketing, estratégias de SEO avançadas.