Você pode ter dinheiro esquecido: veja como sacar PIS/PASEP de pessoas falecidas

Como garantir o recebimento de benefícios financeiros de seus parentes já falecidos

Você sabia que pode resgatar dinheiro esquecido referente ao PIS/PASEP de parentes falecidos? Muitas pessoas deixam de receber valores que podem fazer diferença em suas vidas. Venha saber como sacar essa quantia!

O que é o PIS/PASEP?

O Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) são benefícios sociais que visam integrar os trabalhadores e servidores públicos ao desenvolvimento das empresas e do país.

Esses programas geram cotas individuais e o usuário pode sacá-las em momentos específicos da vida, inclusive após falecimento do titular.

LEIA MAIS: Nubank disponibiliza serviço exclusivo para MEI que irá facilitar a sua vida

Saiba se há valores esquecidos a serem resgatados

O primeiro passo para resgatar o PIS/PASEP de parentes falecidos é descobrir se existe algum valor disponível para saque.

Para isso, entre em contato com o banco responsável pelo benefício e forneça informações sobre o falecido, como nome completo, data de nascimento e número do PIS/PASEP. Esses dados ajudarão a identificar se há valores a resgatar.

Se preferir, você pode realizar o procedimento virtualmente, por meio dos aplicativos bancários. Lembre-se de que precisará ter acesso ao sistema bancário e fornecer senhas e dados pessoais relativos ao FGTS do ente falecido.

Documentação necessária

Após confirmar a existência de valores a serem sacados, é hora de reunir a documentação necessária.

Para realizar o saque do PIS/PASEP de parentes falecidos, você precisa apresentar documentos como certidão de óbito, comprovante de parentesco, documentos pessoais do beneficiário e um documento que comprove a condição de herdeiro ou inventariante.

Procedimento de saque

Com toda a documentação em mãos, dirija-se a uma agência bancária e solicite o saque do PIS/PASEP. Esteja preparado para responder perguntas, pois o banco pode solicitar informações adicionais para comprovar a veracidade das informações cedidas.

LEIA MAIS: Caixa oferece descontos de até 90% para endividados: veja como aproveitar

Não deixe dinheiro esquecido

O PIS/PASEP pode representar uma boa quantia de dinheiro, portanto, não se recomenda deixá-lo esquecido no banco. Verifique se existem valores a resgatar para parentes falecidos e tome providências para garantir o recebimento desses benefícios.

Agora que você sabe como sacar o PIS/PASEP de parentes já falecidos, não perca mais tempo. Entre em contato com a instituição responsável, reúna a documentação necessária e assegure-se de aproveitar esse dinheiro da melhor maneira possível.

Não deixe recursos financeiros importantes caírem no esquecimento. Cuide do seu patrimônio e do patrimônio dos seus entes queridos que já partiram.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.