O direito que muitos têm na viagem de avião, mas nem imaginam

Entenda seus direitos como passageiro e evite gastos desnecessários em imprevistos aéreos.

Nos últimos anos, viajar de avião tornou-se uma prática muito comum entre brasileiros, seja por lazer ou negócios. No entanto, muitos desconhecem alguns de seus direitos, sobretudo na hora dos imprevistos. Inclusive, um deles é muito importante: o da possibilidade de remarcar o voo sem pagar nada a mais.

A importância de conhecer seus direitos

Muitos passageiros acabam desistindo de seus direitos simplesmente por não conhecerem as leis que os protegem. Informar-se sobre suas garantias legais como passageiro não só ajuda a evitar gastos desnecessários, mas também assegura que situações adversas como doenças não se transformem em prejuízos ainda maiores.

De certa forma, ao conhecer algumas regras, é possível não apenas assegurar uma viagem mais tranquila, mas contribuir para a melhoria dos serviços. Ou seja, é um caminho para promover um ambiente mais eficiente para passageiros e companhias aéreas.

Leia mais: 7 cidades brasileiras mais baratas para comprar uma casa própria

Imprevistos acontecem

Quando um passageiro está prestes a embarcar e uma situação de saúde inesperada surge, muitos acreditam que perderão suas passagens. Logo, é iniciado todo um processo para comprar novos tickets para o futuro. Porém, é importante destacar que a legislação brasileira protege o consumidor nestas circunstâncias.

Isso porque segundo a legislação, em casos de imprevisto, os passageiros têm o direito de solicitar a remarcação de seu voo sem qualquer custo adicional. Para isso, precisam apresentar um laudo médico detalhado, emitido por um profissional qualificado.

Para os especialistas, o mais recomendado é fazer a comunicação via e-mails, visto que poderá registrar todo o processo. É um detalhe simples, mas que pode evitar bastante dor de cabeça no futuro.

Leia mais: Cemitério e prisões? Viajar de cruzeiro nunca mais será o mesmo depois de ler isso!

E se não permitirem remarcar o voo?

Por mais que não seja algo tão comum, algumas companhias aéreas podem se recusar a remarcar o voo. Nesses casos, a melhor solução é abrir uma reclamação formal em sites como o consumidor.gov.br. Dessa forma, é possível registrar a insatisfação e garantir os direitos de defesa do consumidor.

você pode gostar também