Novo pedágio já está sendo implantado no país; veja como isso afeta seu bolso!

Veja a seguir as principais dúvidas relacionadas ao novo sistema aprovado pelo Contran

Um novo modelo de pedágio foi aprovado pelo Contran em dezembro de 2022 e sua implantação na semana passada marcou o fim de um longo processo de aprovação. Ao eliminar a necessidade de praças físicas de pedágio, o novo modelo denominado Free Flow reduz gastos e agiliza o trânsito. Esse sistema utiliza cancelas automáticas pelas quais os veículos podem passar sem parar.

Veja as principais dúvidas relacionadas ao novo sistema de pedágio e informações sobre a sua estreia

Como vai funcionar?

Os veículos deverão ter etiquetas que são adquiridas por meio de empresas associadas às concessionárias que administram as rodovias. Essas empresas vão utilizar radiofrequência e câmeras de monitoramento que identificarão as placas dos veículos.

LEIA MAIS: As 4 multas de trânsito mais comuns e que fazem muito motorista pagar CARO!

Quais os benefícios desse novo sistema?

Segundo o CONTRAN, o objetivo é aumentar o fluxo nas rodovias e, assim, evitar os congestionamentos nos pedágios. Além disso, com o novo sistema, as tarifas para os motoristas serão mais justas. Porque, com o novo sistema, as tarifas vão variar de acordo com o trajeto percorrido, e não haverá postos de cobrança.

LEIA MAIS: Dirigir descalço ou de chinelo? 3 erros bobos e comuns que dão multa no Brasil!

Quais complicações para quem não realizar o pagamento?

Motoristas com problemas relacionados a pagamentos têm até 15 dias para resolver o problema antes que uma multa seja aplicada. No entanto, se o problema não for resolvido, o motorista ainda pode receber multa de até R$ 195,23 e 5 pontos na CNH.

Por fim, a Free Flow fará sua estreia em solo brasileiro na BR-101 (Rio-Santos), por meio de uma parceria entre a franqueada CCR RioSP e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Esta será uma fase teste em que não haverá cobrança. A pretensão é que se inicie no mês de janeiro e termine no mês de março. No entanto, após esse período de teste, o sistema deverá realizar as cobranças das tarifas normalmente.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais