Notícias

MAPA apreende azeite fraudado e você pode ter na mesa

MAPA apreende azeite fraudado e você pode ter na mesa
By     -   On

Recentemente, o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) apreendeu garrafas de azeite de oliva fraudado em uma rede de supermercados de Botucatu, São Paulo. O produto foi recolhido por não atender aos padrões estabelecidos pelo Regulamento Técnico do Azeite de Oliva. O caso foi descoberto após uma denúncia de um consumidor. Veja a seguir mais detalhes sobre o caso.

Apreensão de azeite fraudado

O Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) realizou uma significativa apreensão de azeite de oliva fraudado em supermercados na região de Bauru e Botucatu, em São Paulo. Assim, 49 garrafas de azeite da marca Vincenzo, lote 19227 095, foram recolhidas após uma denúncia de consumidor. Vendidas a R$ 39,90 cada, estas garrafas foram identificadas como não conformes aos padrões de identidade e qualidade regulamentados.

Leia mais: Cursos que têm taxa de desemprego quase 0% em Portugal

A ascensão dos preços do azeite

Um ponto que tem pesado no bolso do consumidor foi a subida significativa no preço do azeite de oliva. Conforme o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os preços subiram 26,69% de janeiro a outubro de 2023. Além disso, fatores como condições climáticas adversas, a guerra entre Rússia e Ucrânia, e a alta do dólar contribuíram para essa elevação.

Agora, além da subida no preço, outro fator que passa a preocupar a população é a fraude do produto. A fraude no azeite de oliva é um problema sério, afetando a saúde pública e a confiança do consumidor. Muitas vezes, o azeite é adulterado com óleos mais baratos, como o de soja, e vendido a preços inferiores ao mercado. Por isso, os consumidores são aconselhados a desconfiar de preços muito baixos e a optar por marcas renomadas.

Leia mais: Por que você deveria colocar LOURO na farinha?

Como evitar a compra de produto fraudado?

Portanto, para evitar ser enganado na hora da compra, é importante verificar a lista de produtos irregulares disponibilizada pelo MAPA. Além de desconfiar de preços muito abaixo do mercado, e sempre conferir a data de validade e os ingredientes. Por exemplo, o azeite de oliva extravirgem genuíno costuma ter cor verde-amarelada, com tonalidade ligeiramente dourada. Portanto, observe sempre as suas características.

Porém, caso você tenha comprado o azeite fraudado, basta levar a nota fiscal ao estabelecimento para solicitar a troca. Além disso, ainda mais importante é não consumir o produto.

Talvane Póvoa

Com formação em Engenharia Agronômica, certificação em Comércio Exterior e MBA em Formação Geral Para Altos Executivos pela USP, ele possui amplo conhecimento bancário devido ao trabalho prestado ao Banco do Brasil. É uma entusiasta de viagens, negócios e cultura, com uma paixão pela culinária. Encontrou na escrita uma maneira de compartilhar seus conhecimentos em uma variedade de temas.