Conheça o Mito do Minotauro: Fatos e Curiosidades sobre a Lenda Grega!

O Minotauro foi um dos monstros míticos mais populares e mais antigos da mitologia grega.

Era uma criatura que tinha corpo de homem com cabeça e cauda de touro e era o terror de Creta!

O nome “Minotauro” (“Μινώταυρος” = “Μίνως” + “ταύρος” / “Minotauros” = “Minos” + “tauros”) é auto descritivo e provém do nome do Rei Minos e do aparecimento da criatura em forma “touro” (“tauros” em grego).

No entanto, em Creta, era conhecido como Asterion (“Αστερίων”) ou Astério (“Αστέριος”), referindo-se ao rei anterior, que era padrasto de Minos.

Como nasceu o Minotauro na mitologia grega?

Mito do Minotauro, Pasifae e Dédalo com a fantasia de vaca para enganar o minotauro.
Pasífae e Dédalo.

De acordo com a lenda, o rei Minos pediu ao deus Poseidon um sinal para provar que ele deveria se tornar rei em vez de seu irmão.

Então, o deus Poseidon enviou-lhe um lindo touro branco para sacrificar em homenagem ao próprio deus.

Minos, impressionado com a beleza do touro, quis mantê-lo, e em seu lugar, sacrificou outro, esperando que Poseidon não notasse.

Quando Poseidon percebeu que o rei havia tentado enganá-lo, para puni-lo, fez com que a esposa de Minos, Pasífae, se apaixonasse perdidamente pelo touro.

Pasífae, seduzida por sua paixão e vendo que o touro não a correspondia, por causa de sua forma humana, pediu ajuda ao engenhoso Dédalo.

Ele então deu a ideia de fazer um modelo em formato de vaca no qual Pasífae entrasse e, enganando o touro, acasalasse com ele.

Assim foi feito e desta união nasceu o lendário Minotauro.

Quem construiu o labirinto do Minotauro?

Descubra o mito do Minotauro na mitologia grega. Palácio Cnossos em Creta.
Palácio de Cnossos em Creta.

Então, Minos, furiosamente, pediu a Dédalo para construir um labirinto para isolar o Minotauro ali.

Esta obra-prima foi feita sob o Palácio de Cnossos.

O labirinto tinha tantos corredores e ambientes que ninguém conseguia sair de lá.

No entanto, existia um herói que estava destinado ao sucesso!

Por que o Minotauro devorava ​​rapazes e moças em Atenas?

Descubra o mito do Minotauro na mitologia grega.
Minotauro em Cnossos.

Era uma vez…

Os atenienses celebravam, em homenagem à deusa Atenas, a sua maior festa, os Jogos Panatenaicos e Jogos Organizados.

O filho de Minos, Androgeu, foi o vencedor desses jogos.

Depois de vencer em todos os esportes, ele foi morto pelos atenienses, devido à inveja que eles tinham de suas habilidades.

Minos queria punir os atenienses que mataram seu filho.

Então, depois de subjugá-los, ordenou que enviassem 7 jovens e 7 jovens atenienses todos os anos para serem devorados pelo Minotauro no labirinto.

Quem decidiu por um fim para sempre nesta loucura foi Teseu, que ocupou o lugar de um dos 7 jovens e partiu para Creta.

Ao desembarcar na ilha de Creta, conheceu a filha de Minos, Ariadne, e os dois jovens se apaixonaram perdidamente.

Então, revelou a Ariadne que pretendia matar o Minotauro.

E ela prometeu que o ajudaria se ele a levasse para sua terra natal e se casasse com ela.

Qual era o “Mito de Ariadne”?

Labirinto do minotauro em Heraklion, Creta.
Suposto labirinto do Minotauro que fica em Gortina, sítio arqueológico em Heraklion.

Assim, Ariadne foi até Dédalo, que havia construído o Labirinto do Minotauro, e pediu-lhe uma maneira de Teseu escapar com os outros jovens.

O engenhoso Dédalo tinha a solução novamente!

Ele pediu a Ariadne que desse a Teseu uma meada de linha para que ele amarrasse na entrada do labirinto, para ser capaz de marcar o caminho e assim voltar.

Por fim, Ariadne deu a Teseu o emaranhado conhecido como o “Fio de Ariadne”.

Um curiosidade é que recentemente foi descoberta uma caverna que parece um labirinto e que fica em Gortina, sítio arqueológico de Creta, a menos de 50 km de Heraklion.

Ela está representada na foto acima e acredita-se que esse seria o labirinto do Minotauro, caso ele realmente exista.

É possível visitar o provável labirinto do Minotauro?

Infelizmente não é possível entrar no suposto labirinto do Minotauro, pois é perigoso.

Porém, do outro lado dele, na mesma área, há uma caverna menor, na qual você pode entrar!

Dessa forma, é possível ter um gostinho e se sentir por alguns minutos parte desse incrível mito grego.

Quem matou o Minotauro?

Descubra o mito do Minotauro na mitologia grega. Minotauro e Teseu.
Minotauro e Teseu.

Depois que Teseu entrou no labirinto, ele conseguiu matar o Minotauro com a sua espada.

Então, seguindo as instruções de Ariadne, ele começou a embrulhar o emaranhado e, como resultado, conseguiu sair do labirinto do Minotauro.

Aproveitando a escuridão da noite, Teseu, Ariadne e o resto dos jovens escaparam para o porto.

Por fim, depois de fazer furos nos navios de Minos, para que ele não pudesse segui-los,  pegaram o navio para retornar a Atenas.

O que o mito do Minotauro simboliza?

Este mito simboliza a abolição do costume não civilizado do sacrifício humano e a evolução da cultura grega para um estágio mais progressivo.

Além disso, o Minotauro também está relacionado à queda da civilização minóica e do monarca, o deus-rei Minos.

O mito também se associa ao ritual religioso que ocorria em homenagem a Poseidon e que era conhecido como “taurocatapsia” (ou tauromaquia; do grego: “ταυροκαθάψια”, “taurokathapsia”).

Na verdade, era um esporte que acontecia em Creta, no qual os atletas tinham que conter um touro fazendo acrobacias em cima dele.

No entanto, após escavações em Anemospília (santuário minoico), na Estrada Real de Knossos e em Chania, foram encontradas evidências de sacrifício humano e canibalismo!

Seria o Minotauro uma forma de justificar esses sacrifícios?

A diferença entre as touradas na Grécia antiga e as touradas hoje

Taurocatapsia, tauromanquia, mito do minotauro da mitologia grega.
Taurocatapsia.

A diferença entre as touradas antigas e as touradas de hoje é que em Creta não havia a intenção de matar o touro.

Até hoje, as representações das touradas no palácio de Cnossos seguem preservadas.

Bem como em outras cidades da Grécia, como Tiryns e Pilos no Peloponeso.

Também estão preservadas em Esmirna, que está localizada na Ásia Menor e agora faz parte do território turco.

Hoje, atividades semelhantes estão ocorrendo na cidade francesa de Mont-de-Marsan, localizada na fronteira franco-espanhola. É uma área da Gasconha outrora habitada por bascos, que hoje são famosos pelas suas touradas, e pelos famosos Recortadores, atletas que tentam saltar por cima do touro.

Isso te lembra de algo?

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais