Outros Destinos

4 países com mais roubos de carteira na Europa, segundo pesquisa

4 países com mais roubos de carteira na Europa, segundo pesquisa
By     -   On

Se você está planejando uma viagem para a Europa, fique atento! Alguns dos destinos mais famosos também são pontos críticos para furtos de carteira. Inclusive, um estudo recente da empresa britânica de seguros de viagens QuoteZone analisou a incidência de furtos em atrações turísticas de destaque, revelando os locais mais perigosos para seus pertences. Então, aqui, conheça os países com maior índice de furtos de carteira na Europa.

Leia mais: Quando a mitologia grega acabou e começou a história de verdade?

Turismo na Europa

A Europa é mais do que um lindo continente para visitar. É o berço de boa parte da nossa cultura atual. Andando pelas suas ruas, é possível voltar no tempo e se deparar com construções de séculos atrás que ainda sobrevivem ao tempo. Porém, por ser um continente com países bem desenvolvidos, temos a ilusão de que a segurança local é uma realidade para todas as cidades e todos os países europeus.

Mas, na verdade, os índices de crimes e de roubos estão aumentando. Inclusive, há locais que podem ser considerados até mesmo menos seguros que algumas cidades do Brasil. Além disso, com a evolução da crise financeira e o aumento dos preços de itens essenciais, a situação em piorando.

Sem contar que a crise climática também vem afetando o continente europeu, tanto por questão de preços de itens básicos, quanto por questões de custos para manter um ambiente aquecido na época do inverno. Não se engane, os custos de ter um aquecedor em uma casa europeia nem sempre são acessíveis.

De qualquer forma, há alguns países europeus que demandam mais a sua atenção no local. Portanto, confira a seguir.

Leia mais: 10 aeroportos mais limpos do mundo: só um deles está na Europa

Países que mais chances de furtos de carteira na Europa

Itália

A Itália ficou no topo do ranking com a maior proporção de menções a furtos de carteira entre turistas britânicos. Desse modo, há cerca de 478 relatos por milhão de visitantes nas principais atrações turísticas do país. Em Roma, a Fonte de Trevi, conhecida por receber milhares de visitantes por hora, registrou a maior incidência de furtos. Outras atrações romanas, como o Coliseu e o Panteão, também são áreas de risco para carteiristas.

Além disso, no norte da Itália, em Milão, o Duomo di Milano é outro ponto problemático. Em Florença, a Galleria degli Uffizi também é um local onde turistas devem ficar atentos. Lembre-se de manter seus pertences sempre à vista e não deixar objetos de valor à mostra.

Leia mais: 5 coisas em que o Brasil é bem mais rico que outros países e você não sabia

França

Paris, uma das cidades mais visitadas do mundo, também é um terreno fértil para carteiristas. Com 251 menções a furtos de carteira por milhão de visitantes, a capital francesa ocupa o segundo lugar no ranking europeu. A famosa Torre Eiffel é a atração mais arriscada para roubo, segundo o estudo. Outras atrações, como o Museu do Louvre e a Catedral de Notre-Dame, também requerem atenção redobrada.

Espanha e Alemanha também apresentam riscos

Apesar de terem perfis de turistas bastante distintos, tanto a Espanha quanto a Alemanha registraram 111 menções a furtos de carteira por milhão de visitantes. Na Espanha, destinos como Barcelona e Madri são os mais visados por carteiristas, enquanto na Alemanha, cidades como Berlim e Munique exigem cautela dos visitantes.

Leia mais: Qual é o país mais bonito do mundo? Lista com os 20 melhores

Como se proteger contra carteiristas

Para evitar furtos durante suas viagens, algumas dicas são fundamentais. Sempre mantenha seus pertences próximos ao corpo e evite exibi-los em locais públicos. Além disso, use bolsas com zíperes internos e mantenha uma mão sobre sua bolsa ou mochila em áreas lotadas. Ademais, evite carregar grandes quantidades de dinheiro e considere usar um cinto de segurança para documentos importantes como passaportes e cartões de crédito.

Portanto, ao visitar atrações turísticas, esteja sempre alerta para atividades suspeitas ao seu redor. Se alguém parecer estar se aproximando demais, mantenha distância e não hesite em alertar as autoridades locais.

Júlia de Almeida

Julia é uma redatora de conteúdo criativa e versátil, com mais de cinco anos de experiência em escrita para blogs. Ela tem uma habilidade única para adaptar seu estilo de escrita a diferentes públicos e temas. Ela é especialista em criar artigos detalhados e bem pesquisados, garantindo que cada peça seja informativa e atraente. Seu portfólio inclui trabalhos em áreas como moda, viagens, cultura e estilo de vida. Além de escrever, Julia é apaixonada por fotografia e adora integrar suas fotos em seus trabalhos para tornar cada postagem ainda mais especial.