Preciso estar sempre bem? O mito sobre a autoestima que você deveria conhecer!

Autoestima elevada é realmente é benéfica? Confira!

Mídias sociais, Instagram, fotos em que tudo parece perfeito, bloggers que fazem de tudo para ter um corpo de acordo com os padrões socialmente aceitos. Mas, será que vale realmente a pena entrar em uma guerra contra o seu corpo e a sua mente apenas para se adequar a padrões?

Bem, hoje iremos falar sobre o poder de se aceitar assim, como é.

É normal termos uma voz interior nos criticando, toda vez que observamos algo em nós mesmos de que não gostamos muito. Essa voz é inevitável, ela é uma voz da autocrítica. Mas, apesar de ser inevitável, você pode controlá-la!

É importante estar em paz do jeito que somos. Claro, isso não tem nada a ver com questão de saúde, alguns pontos devemos adequar a fim de sermos mais saudáveis e ninguém está questionando isso.

O que você deveria saber sobre a autoestima

Autoestima é uma forma de vermos a nós mesmos. Ela pode ser boa, elevada ou podemos ter sentimentos negativos associados. Ela necessária para nos sentirmos bem com nós mesmos.

Pessoas que possuem uma boa autoestima realmente vivem melhor, mais felizes, produzem mais. Portanto, ela é essencial para o seu bem-estar mental. Desde que você esteja ciente dos limites.

Bem, o que mais vemos hoje em dia são formas de aumentar a sua autoestima. Por exemplo, reconhecer os nossos pontos fortes, elogiar a você mesmo, reconhecer as suas conquistas, anotar os objetivos alcançados, anotar e elogiar os seus pontos fortes. Parece muito fácil, né? Mas não é bem assim!

LEIA MAIS: É Possível Ser Feliz No Trabalho? Mude Os Seus Dias Com Essas 8 Dicas Incríveis!

Tenho que estar bem o tempo todo? Os perigos da autoestima!

Todos buscam alcançar uma autoestima elevada, mas estar sempre com ela nas alturas é onde se encontram as dificuldades. E nem é possível!

A ideia de que uma alta autoestima é necessária, pode causar um comportamento perigoso, no qual a pessoa desenvolva um pavor de críticas, rejeitem as suas fraquezas e os resultados ruins. Mas, até que ponto isso é saudável?

Todos somos seres humanos, portanto, temos as nossas fraquezas e temos que aceitá-las. Aceitar não quer dizer que você deva conviver com elas para sempre, mas aceitar é o passo inicial para que você possa intervir e fazer algo a respeito.

Portanto, o caminho da busca pela autoestima elevada pode fazer muitas pessoas sofrerem. Além disso, essa busca incessante pode ser uma das principais razões do aumento da incidência de transtornos mentais de muitos jovens e adultos na atualidade.

Ninguém está dizendo que ter uma boa autoestima não é importante. Mas sim que ter uma melhor aceitação e reconhecimento das nossas fragilidades e defeitos é um passo essencial para o crescimento pessoal. E isso, sim, é o mais importante. Ser feliz!

Gostou deste artigo, então confira muito mais no site Brazil Greece!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais