Notícias

Afinal, de onde surgiu a rivalidade entre Real Madrid e Barcelona? Descubra

Afinal, de onde surgiu a rivalidade entre Real Madrid e Barcelona? Descubra
By     -   On

A rivalidade entre o FC Barcelona e o Real Madrid, conhecida como “El Clásico”, é uma das mais intensas e profundas no futebol mundial. As razões para essa rivalidade são complexas e evoluíram ao longo do tempo. Mas poucos sabem que ela remonta a um período sombrio da história espanhola – a Guerra Civil Espanhola.

Os fatores políticos

Durante a guerra civil, Barcelona tornou-se o epicentro da resistência republicana contra os Nacionalistas fascistas. A cidade representava os valores republicanos, federais, anarquistas, sindicalistas e comunistas. Por outro lado, acordo os Catalanos, Madrid era vista como a arqui-inimiga, representando as forças fascistas, conservadoras e centrípetas.

A guerra civil terminou em 1939, mas a rivalidade entre Barcelona e Madrid continuou. No futebol, os dois clubes se enfrentaram várias vezes, disputando cada jogo com uma paixão e intensidade únicas. A rivalidade ultrapassou o campo de futebol e tornou-se uma questão de identidade cultural e regional.

Os dois clubes são frequentemente identificados com posições políticas opostas. Sendo o Real Madrid visto como representante do nacionalismo espanhol e o Barcelona visto como representante do nacionalismo catalão.

LEIA MAIS: Richarlison está enfrentando problemas com a justiça de Londres!

Os fatores econômicos

Outro fator que contribuiu para a rivalidade é o sucesso dos dois clubes. Tanto o Barcelona quanto o Real Madrid estão entre os clubes mais bem-sucedidos do futebol mundial. Além disso, seus jogos muitas vezes determinam o resultado do título da La Liga. A intensa competição pela supremacia no campo só aumentou a rivalidade entre os dois clubes e seus torcedores.

O Real Madrid surgiu em 1902 e se tornou rapidamente um dos clubes mais bem-sucedidos da Espanha e do mundo, conquistando inúmeros títulos nacionais e internacionais. Enquanto o Barcelona surgiu em 1899 e também é um dos clubes mais bem-sucedidos da Espanha e do mundo, famoso por sua escola de futebol baseada em habilidades técnicas e táticas.

A rivalidade também cresceu devido a uma série de incidentes controversos dentro e fora do campo. Por exemplo, a infame “Batalha de Santiago” em 1962 e a transferência controversa de Luis Figo do Barcelona para o Real Madrid em 2000.

O Alfredo Di Stéfano jogou com as cores do Real Madrid e foi sem dúvida a figura central da grande equipe do Real da década de 1950, com títulos europeus e espanhóis. De acordo com o que se diz, o Barcelona havia “fechado” com o jogador. Então, o regime de Franco interveio e deu o jogador ao Real.

A rivalidade hoje

A rivalidade entre Barcelona e Madrid é intensa e controversa. Mas também é um exemplo da importância do esporte na história e cultura de uma nação. O futebol é mais do que um jogo – é um reflexo das crenças, valores e ideais de uma sociedade.

Hoje, a rivalidade entre Barcelona e Madrid continua a ser uma das mais intensas do futebol mundial. As emoções estão sempre à flor da pele quando as duas equipes se encontram no campo.

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.