Olho Grego: O Significado E A Crença Grega Para Tirar O Mau-Olhado!

A  cultura brasileira e a grega possuem muitas similaridades e na Grécia também são muito comuns algumas crenças e superstições.

Provavelmente você já viu por aí o famoso olho grego, mas você sabe a sua real origem e o seu significado?

A crença grega do “evil eye” (mati)

O Evil eye , também chamado de “mati” na Grécia (“μάτι” em grego significa “olho”), é uma maldição lançada por um olhar que carrega energias negativas.

É algo que corresponde ao que conhecemos como mau-olhado e se baseia na crença de que um olhar com raiva, inveja ou outros sentimentos pode influenciar negativamente, fazendo com que coisas ruins aconteçam a quem foi vítima dele.

A pessoa que recebeu o mati poderá então sentir-se mal, apresentando uma dor de cabeça, um cansaço sem explicação, uma doença ou até mesmo tendo uma onda de azar.

Mau-olhado mesmo com boas intenções

Mas aqui vai um detalhe, mesmo um olhar de admiração pode acarretar essa maldição.

E esse é um dos motivos pelo qual os gregos evitam postar fotos dos seus filhos recém-nascidos nas redes sociais.

Inclusive é comum que você veja fotos em que eles escondem os rosto dos seus bebês.

Isso porque mesmo quando um olhar tem boas intenções, a maldição pode ser desencadeada.

Além disso, acredita-se também que as crianças são mais suscetíveis ao mau-olhado, tanto pela sua pureza e inocência, quanto por serem comumente alvos de elogios.

O significado do olho grego

Mas foi pensando em uma forma de se proteger contra os efeitos negativos dessas energias que surgiu o “olho grego”.

O olho grego é um amuleto de proteção contra essa maldição.

Uma curiosidade é que acredita-se que se o seu amuleto quebrar, significa que lançaram a maldição contra você e então você deverá substituí-lo por um novo a fim de continuar protegido.

Origem na Grécia Antiga

O conceito de mau-olhado vem desde a Grécia e Roma antigas.

Inclusive, Plutarco descreveu o “evil eye” já no século I d.C.

Nessa época acreditava-se que os olhos poderiam lançar raios mortais que causariam dano ao próximo.

Por fim, Alexandre, o Grande foi um dos responsáveis por disseminar essa crença no Oriente.

Por que o olho grego é azul?

Olho grego, origem e significado.Além disso, acredita-se que aqueles com olhos claros, sejam verdes ou azuis, tenham maior poder e facilidade para lançar a maldição.

Portanto, não é por acaso que a cor do amuleto é azul.

Olho grego também em outras culturas

Pode ser que você também conheça o mesmo amuleto por “Olho Turco” ou  “Nazar”.

Isso porque essa crença vai além da ortodoxia, atingindo, além de outros países da Europa, também o continente asiático, e sendo também uma crença judaica, islâmica, cristã, hindu e budista.

Inclusive, a famosa Mão de Fátima (Hamsa) do islã, um outro amuleto também famoso no Brasil, leva o olho grego na sua estrutura.

Ritual grego secreto contra o mau-olhado

Porém, além do olho grego, há outras formas de se proteger contra o mau-olhado e a principal delas é uma oração secreta, porém apenas algumas pessoas selecionadas a conhecem.

Na verdade, ela consiste em um ritual que varia de acordo com a região.

Esse ritual é conhecido como “xematiasma” na Grécia.

Nele se usa um copo com água e algumas gotas de óleo e então um encantamento deve ser recitado 3 vezes.

Feito isso, caso a pessoa tenha sido vítima da maldição, tanto ela quanto quem está proferindo o encantamento para tirar o mau-olhado, começarão a bocejar.

Além disso, caso o óleo espalhe pela água, é sinal de que a pessoa foi vítima do evil eye.

Também há a crença de que a oração funcione mesmo de longe, como por telefone, desde que o vínculo entre a pessoa que faz as orações e a pessoa que foi vítima do mau-olhado seja forte.

Inclusive, a avó do Konstantinos é uma das pessoas que conhece esse encantamento e não é incomum que ela ligue para ele perguntando se ele bocejou, logo após ter feito o ritual para protegê-lo.

Acreditem se quiser, ela sempre acerta!

Outra forma de tirar o mau-olhado

Além disso, há outras crenças gregas a respeito de como se proteger contra a maldição.

E uma das mais comuns, e que mencionamos em nosso artigo 12 fatos sobre a cultura grega que o filme “O Casamento Grego” vai te ensinar, é o ato cuspir (ou fingir cuspir) na pessoa.

Apesar de parecer um pouco esquisito, fique feliz caso cuspam em você na Grécia, pois é algo feito com a melhor das intenções!

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais