4 coisas que os estabelecimentos nem sempre contam aos clientes no Brasil

Veja os mitos e verdades.

Quem não gosta de fazer uma compra de vez em quando? Vira e mexe, a gente sempre está precisando de uma coisinha. E assim, seja pela internet, seja presencialmente, é comum que, eventualmente, precisemos comprar algo. Porém, infelizmente, também é comum que a gente tenha problemas após a compra. Por exemplo, problemas com a garantia, defeitos, nota fiscal, embalagem, ou até mesmo arrependimento. Mas dizem por aí que o cliente sempre tem razão. Será que é isso mesmo? Veja aqui coisas que as lojas escondem dos clientes no Brasil.

Leia mais: 11 coisas que você guarda e nunca irá usar de novo

Coisas que as lojas nem sempre contam aos clientes no Brasil

No Brasil, os clientes e consumidores são defendidos pelo Código de Defesa do Consumidor. Porém, nem todos têm pleno conhecimento sobre os direitos do consumidor em relação às compras realizadas. Por exemplo, você sabia que eles podem variar entre as compras feitas pela internet e as compras feitas presencialmente? Pois é. E é exatamente por isso que trouxemos algumas novidades para você.

Com o código de defesa do consumidor, acaba que a gente se sente mais à vontade para realizar as compras. Mas para fazer compras com confiança, é necessário ter conhecimento sobre o que é verdade e o que é mito. Então, veja aqui algumas informações que geralmente não são compartilhadas com os clientes.

Leia mais: Olhe para sua mesa: 7 passos para identificar um azeite fraudado

Afinal, o que é mito e o que é verdade sobre os direitos dos clientes nas lojas?

Devolução do produto

O primeiro mito está relacionado ao fato de que o cliente sempre pode devolver o produto e se arrepender em um prazo de até 7 dias. Na verdade, isso não passa de um mito. O que acontece é que há de fato um prazo de 7 dias para realizar a devolução, mas esse prazo para desistir do produto só é válido para compras realizadas fora do estabelecimento. Então, por exemplo, se você realizou a compra via telemarketing, telefone ou pela internet. Caso contrário, se você fez a compra no próprio local, na loja, você não terá o direito de se arrepender da compra.

Embalagem aberta

Outro mito em relação aos direitos do consumidor é o de que você não poderá devolver o produto caso já tenha aberto a embalagem. Porém, da mesma forma, caso a compra não tenha sido realizada no estabelecimento, o consumidor ainda tem sim o prazo de 7 dias para poder devolver o produto, mesmo que tenha aberto a embalagem. No entanto, é importante saber que algumas lojas cobram uma taxa extra relacionada à embalagem que você já abriu.

Preço errado

Mais um mito envolvido na compra do consumidor é o de que, caso o preço esteja errado, você poderá adquirir o produto pelo menor preço que estava na etiqueta. Por exemplo, às vezes você chega no supermercado ou em alguma loja e vê que o preço da roupa é R$ 10,00, mas, na verdade, o preço cobrado no caixa é R$ 50,00. Então, muitos clientes têm a ilusão de que podem adquirir o produto pelo preço anunciado. Entretanto, o estabelecimento tem a obrigação de te vender o produto por esse valor. Às vezes isso pode acontecer por boa fé e pela decisão do estabelecimento de que é achar que fazer o preço menor é melhor opção. Mas isso não é uma obrigação.

Garantia

Por fim, outro mito relacionado ao consumo é pensar que você pode usar a garantia apenas se o produto tiver algum problema de fábrica. No entanto, caso o cliente não esteja satisfeito com a qualidade ou segurança do produto, a garantia também pode ser usada.

E aí, você já sabia de alguns desses direitos do consumidor no Brasil que você tem e não sabia? É importante saber que esses direitos se aplicam no país. Assim, ao ir a outros países, é sempre importante se informar sobre as regras locais.

você pode gostar também