Grécia

9 melhores vinhos gregos e suas histórias antigas, um grego conta

9 melhores vinhos gregos e suas histórias antigas, um grego conta
By     -   On

Os vinhos gregos são conhecidos pela sua qualidade e variedade única devido ao clima e terroir específicos da Grécia.

A origem da vinificação na Grécia remonta a cerca de 6.500 anos, com evidências que confirmam que a Grécia abriga um dos vinhos mais antigos do mundo e os primeiros registros de uvas prensadas.

Arqueólogos descobriram o lagar mais antigo do mundo nas ruínas de Vathypetro, uma vila perto de Heraklion, em Creta. Eles estimam que este lagar date de 2.500 a.C., durante a civilização minoica.

O registro da história do vinho e da viticultura grega é possivelmente a mais longa do mundo

A Grécia é uma das regiões vitícolas mais antigas do mundo e a primeira na Europa. Além disso, não é por acaso que, na mitologia grega antiga, o deus Dionísio era o deus do vinho e da diversão.

Foram encontradas também receitas antigas de Hipócrates, o pai da medicina, que mostravam a importância e a sacralidade do vinho para os gregos. Nessas receitas, Hipócrates aconselhava seus pacientes a consumirem uma colher de sopa de vinho diariamente como remédio.

Durante o período clássico (480-323 a.C.), os famosos vinhos gregos da antiguidade encontraram o florescente comércio de vinho da época. Nos anos subsequentes do período helenístico até 146 a.C., as ilhas do Egeu tornaram-se centros importantes para o comércio e o vinho no Mediterrâneo durante todo o império de Alexandre, o Grande.

Leia mais: Veja a Ilha Grega em que os deuses Ártemis e Apolo nasceram

Os vinhos gregos na era moderna

Fundaram-se as primeiras grandes vinícolas após 1850, e os primeiros enólogos gregos com diplomas europeus surgiram nesse período. Nesse período, os vinicultores gregos começaram a enviar seus filhos para algumas das universidades mais famosas do mundo para estudar enologia.

No final do mesmo século, a quase destruição dos vinhedos franceses pela filoxera levou à principal exportação do vinho grego para a França. Devido à demanda, os produtores gregos focaram na produção de vinho de uvas-passas.

A era moderna do vinho grego começou no último quarto do século XX. Em 1971, os vinhos gregos foram classificados pela primeira vez de acordo com a Denominação de Origem.

Hoje, reconhecem-se 33 vinhos gregos como DOP (Denominação de Origem Protegida), que produtores elaboram em zonas específicas e de acordo com determinadas especificações.

Os vinhos gregos mais famosos

Assyrtiko

Originário da ilha de Santorini, este vinho branco é conhecido pela sua acidez refrescante e notas minerais. É perfeito para acompanhar frutos-do-mar.

Leia mais: As 10 melhores vinícolas do vinhedo vulcânico de Santorini!

Agiorgitiko

Um vinho tinto que significa o vinho do São Jorge, é os enólogos produzem principalmente na região de Nemea, no Peloponeso. Caracteriza-se por seus sabores ricos de frutas vermelhas e suaves taninos.

Xinomavro

Um vinho tinto complexo e tânico originário do norte da Grécia, especialmente da Macedônia. Tem sabores de frutas vermelhas, tomate e especiarias, e envelhece bem.

Moschofilero

Um vinho branco aromático da região de Peloponeso, conhecido pelo seu aroma floral e sabor cítrico.

Retsina

Um vinho branco ou rosê tradicionalmente infundido com resina de pinheiro, o que lhe confere um sabor distintivo. Além disso, é uma experiência única que reflete uma tradição vinícola antiga.

Leia mais: Retsina: Conheça a Bebida Grega que vem da Grécia Antiga!

Malagousia

Um vinho branco aromático, que foi quase extinto, mas ressurgiu graças aos esforços de viticultores dedicados. Assim, oferece sabores de pêssego, damasco e ervas.

Leia mais: Vinhos Gregos: Descubra As Variedades Mais Antigas Da Europa!

Robola

Trate-se de um vinho branco elegante da ilha de Cefalônia, conhecido pela sua acidez vibrante e sabores de frutas cítricas.

Mavrodaphne

Principalmente produzido no Peloponeso e nas Ilhas Jônicas, é um vinho tinto doce, frequentemente usado como vinho de sobremesa, com notas de frutas secas e caramelo.

Leia mais: Moscato: veja o melhor vinho doce do mundo, por um barman

Vinsanto

O Vin Santo, ou “Vinsanto”, é um vinho de sobremesa icônico da Grécia, especialmente famoso na ilha de Santorini.

Por fim, cada um desses vinhos oferece um vislumbre da rica herança vinícola da Grécia, com sabores e aromas que refletem as diversas regiões do país. Assim, experimentar esses vinhos é uma ótima maneira de explorar a cultura e a história gregas através do paladar.

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.