Curiosidades

O que são os furinhos no queijo? Eles podem revelar muita coisa

O que são os furinhos no queijo? Eles podem revelar muita coisa
By     -   On

Quando pensamos em queijo, uma das características mais marcantes que vem à mente são os furinhos presentes em algumas variedades. Esses pequenos buracos não são apenas um detalhe estético, mas também podem revelar muito sobre a qualidade e o processo de fabricação do queijo. Você sabia? Então, confira a seguir.

Afinal, o que são os furinhos no queijo?

Antes de mais nada, os furinhos no queijo são conhecidos como “olhaduras” e são formados durante o processo de fermentação. Eles são causados pela ação de bactérias que produzem dióxido de carbono como subproduto do metabolismo. Então, esse gás fica retido no queijo, formando as típicas cavidades.

Além disso, existem diferentes fatores que influenciam a formação dos furinhos no queijo. Um dos principais é a presença de bactérias específicas, como as do gênero Propionibacterium. Essas bactérias são responsáveis pela produção de ácido propiônico, que contribui para a formação dos buracos. Ademais, a quantidade de gás produzido também depende de outros fatores, como a temperatura e o tempo de fermentação.

Leia mais: MAPA apreende azeite fraudado e você pode ter na mesa

Por que eles podem ser diferentes?

Ainda, os furinhos no queijo podem variar em tamanho e quantidade. Por exemplo, em alguns queijos, como o Emmental e o Gruyère, os buracos são grandes e bem distribuídos, conferindo uma textura característica. Já em outros queijos, como o Cheddar, os furinhos são menores e menos numerosos.

Além disso, a presença de furinhos no queijo também pode indicar sua maturação. Durante o processo de envelhecimento, as bactérias continuam produzindo gás, o que pode levar ao aumento do tamanho e da quantidade de buracos. Portanto, queijos mais maturados tendem a apresentar uma maior quantidade de furinhos.

Além de conferir uma aparência única ao queijo, os furinhos também podem afetar sua textura e sabor. Os buracos contribuem para a formação de uma estrutura mais leve e arejada, tornando o queijo mais macio e fácil de mastigar. Ademais, eles também influenciam na liberação de aromas e sabores durante a degustação.

No entanto, é importante ressaltar que a presença de furinhos não é um indicativo absoluto da qualidade do queijo. Existem muitos outros aspectos a serem considerados, como a consistência, o sabor e a origem dos ingredientes utilizados na fabricação.

E aí? Você já sabia o que eram os furinhos no queijo?

Talvane Póvoa

Com formação em Engenharia Agronômica, certificação em Comércio Exterior e MBA em Formação Geral Para Altos Executivos pela USP, ele possui amplo conhecimento bancário devido ao trabalho prestado ao Banco do Brasil. É uma entusiasta de viagens, negócios e cultura, com uma paixão pela culinária. Encontrou na escrita uma maneira de compartilhar seus conhecimentos em uma variedade de temas.