Vai um Ouzo Grego aí? Conheça essa bebida que não é para os fracos!

O ouzo grego é feito de anis, alto teor alcoólico e faz parte das comemorações do país 

Que o povo grego é festivo, a gente já sabe! O que muitos desconhecem é que na maioria das celebrações, está presente uma bebida intimamente ligada à história do país: o ouzo grego. Feita de anis, é o tipo de bebida democrática, que aproxima até os mais desconhecidos! O que não significa, porém, que seja consumida sem moderação! 

Nenhuma viagem à Grécia se faz completa sem provar da dieta mediterrânea e as bebidas típicas. Entre elas, o ouzo grego, ou uzo, como conhecemos. O licor à base de anis resulta da fermentação da casca de uva e, claro, adição de especiarias e ervas. Cada fabricante tem sua própria receita, mas no geral, a bebida é um clássico do país. 

Servida fria, está presente na maioria das celebrações da Grécia. Mas, engana-se quem pensa que, apesar de ser uma bebida social, é consumida sem moderação. Como veremos adiante, o alcoolismo não é um fenômeno grave no país e o ouzo grego é, de verdade, um drink para celebrar. 

O que é o ouzo grego

O ouzo grego é um licor de anis produzido a partir da fermentação das cascas de uva. O sabor é incrementado com a adição de ervas e especiarias. Há quem diga que o nome vem do antigo verbo grego “ozo”, que significa “cheirar”. Uma versão mais romântica aponta que vem da frase “Ou zo” ou “Sem isso eu não posso viver”.

Outros admitem raízes na palavra turca para uva, “uzum”. Independente da origem, o nome foi patenteado em 1989. Isso significa que outros países até podem produzir, mas só bebidas feitas na Grécia podem ser, de fato, chamadas de ouzo. 

Existem regiões com longa tradição na destilação de ouzo, como Tyrnavos e Kalamata. Mas, foi a ilha de Lesvos que ganhou notoriedade na bebida. A produção do ouzo, aliás, exige habilidades especiais. Parte dela acontece na destilação das cascas das uvas e o restante na água aromatizada com ervas, das quais prevalece o anis. 

É bom observar que o teor alcoólico elevado, que varia de 40% a 50%, vem justamente desse processo, graças ao índice de açúcar, que atrasa a absorção de etanol no estômago. Por isso, é preciso tomar o ouzo com moderação, pois a pessoa não tem a impressão de estar alcoolizada. Só que o efeito cumulativo vem, e é dos fortes! 

Mais uma razão para não beber o licor “a seco”. Alimentos, especialmente gorduras ou óleos, prolonga a absorção de etanol e melhora a intoxicação alcoólica.

Na Grécia, o ouzo é popular na Quaresma (Sarakosti) e durante todo o verão. O licor é servido frio com pedras de gelo ou um pouquinho de água. Aliás, um item indispensável na apreciação do ouzo é justamente a água. Quando os dois líquidos se misturam, há a liberação das essências das ervas, dando um sabor especial. 

LEIA MAIS:

Como tomar o ouzo

Onde tomar ouzo grego.

Quando um grego te convida para tomar um ouzo, não recuse! O ouzo está profundamente ligado à cultura grega, sinônimo de companheirismo e das confissões. Por isso, não se toma o ouzo grego de qualquer forma, pois apreciá-lo é quase uma arte! Sendo assim, você não experimente o shot de uma vez só, mas aos poucos, para sentir bem o sabor. 

Além disso, por ser quase um ritual cultural, é importante saber a hora e com quem você bebe. O ideal, então, é apreciar o licor entre o final da tarde e o começo da noite, acompanhado de pratinhos de polvo ou lula grelhados, ceviches, tomates, queijos e azeitonas. Por isso se fala que o licor é um pequeno prazer culinário! 

Falando em companhia, a ouzo é para ser apreciado ao lado de alguém que você gosta. Afinal, não é o que você bebe, mas com quem bebe! 

LEIA MAIS:

Onde tomar um ouzo grego

Atualmente, as ouzeries podem ser encontradas em quase todas as cidades, vilas e aldeias da Grécia. Esses estabelecimentos servem ouzo com aperitivos (mezedes), como polvo, salada, sardinha, lula, abobrinha frita e amêijoa. Ah, e como se trata de uma bebida de confraternização, os petiscos são compartilhados com as outras pessoas à mesa. 

Em outros países, o ouzo integra a carta de restaurantes gregos como aperitivo servido em um copo de shot, bem gelado, antes da refeição.  

E aí, você já provou um ouzo grego? O que achou da bebida? Que tal apreciar, da próxima vez, com algum item da culinária grega típica

Gostou desse artigo? Então confira muito mais no site Brazil Greece e se inscreva para ficar por dentro das novidades!

 

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais