Curiosidades

Será que pastel de Belém é diferente do pastel de Nata? Europeu responde!

Será que pastel de Belém é diferente do pastel de Nata? Europeu responde!
By     -   On

Você sabia que o pastel de Belém difere do pastel de Nata? O pastel de Belém e o pastel de nata são dois tipos de doces tradicionais portugueses, com semelhanças, mas também algumas diferenças importantes. Confira a seguir:

O que diferencia o pastel de Belém do pastel de Nata?

Pastel de Belém

O pastel de Belém é originário da cidade de Belém, em Lisboa, feito com uma massa folhada crocante e recheado com um creme de ovos, açúcar, farinha, leite, aromatizado com canela e casca de limão. Ele é tradicionalmente servido quente, polvilhado com açúcar em pó e canela, é considerado uma iguaria portuguesa famosa em todo o mundo.

Pastel de Nata

O pastel de nata é semelhante ao pastel de Belém, mas geralmente é menor e mais simples. Também é feito com uma massa folhada crocante, mas o recheio é feito apenas com ovos, açúcar, farinha e leite, sem a adição de canela ou casca de limão. O pastel de nata é geralmente servido à temperatura ambiente, polvilhado com açúcar em pó e canela.

Cremes utilizados nos Pasteis

A principal diferença entre os dois é a receita do creme usado para o recheio. O creme usado no pastel de Belém é um segredo bem guardado pela famosa pastelaria portuguesa que o criou, enquanto o creme do pastel de nata é mais simples e fácil de realizar em casa.

Em resumo, o pastel de Belém é um tipo de pastel de nata mais elaborado e tradicional, enquanto o pastel de nata é um doce mais simples e popular em todo o país. Ambos são deliciosos e vale a pena experimentá-los!

LEIA MAIS: 5 comidas que você sempre colocou na geladeira, mas NÃO deveria!

História do pastel de Belém

A história do pastel de Belém remonta ao início do século XIX, quando a área de Belém, em Lisboa, já era famosa por seus doces convencionais. Na época, os pastéis de nata eram populares entre as confeitarias da região, mas apenas uma delas tinha a receita secreta para criar o pastel de Belém.

A pastelaria em questão era a Antiga Confeitaria de Belém, fundada em 1837, que ainda hoje é a única que produz o verdadeiro pastel de Belém. A receita é um segredo bem guardado há mais de 180 anos e é conhecida apenas pelos proprietários e chefs da pastelaria.

Quem achou a receita do pastel de Belém?

Acredita-se que a receita foi desenvolvida pelos monges do Mosteiro dos Jerônimos, localizado nas proximidades da pastelaria, que usavam gemas de ovos para amaciar pães e bolos. Com a supressão das ordens religiosas em Portugal, os monges começaram a vender seus doces para sobreviver, e a Antiga Confeitaria de Belém foi uma das lojas que adquiriu a receita.

LEIA MAIS:  5 temperos que NÃO podem faltar na sua cozinha; para fazer qualquer comida

Onde pode experimentar a receita tradicional?

O sucesso do pastel de Belém foi tão grande que a pastelaria começou a fabricá-lo em larga escala. Como resultado, logo se tornou um dos doces portugueses mais famosos em todo o mundo. Ainda hoje, a Antiga Confeitaria de Belém é um destino turístico popular em Lisboa. Além disso, filas que se estendem ao redor do quarteirão formam-se para experimentar o doce que se tornou um símbolo da gastronomia portuguesa.

Afinal, os dois são muito gostosos e hoje, podem encontrar quase em todas as padarias de Portugal até no Brasil!

Gostou deste artigo? Então, confira vários outros semelhantes aqui no site Brazil Greece!

Konstantinos P.

Grego, morou na Grécia por quase toda a sua vida e em Londres por 3 anos. Trabalhou como Bar Manager, Bartender e Barista em Londres e na Grécia. Além de ter trabalhado nas melhores cozinhas e bares de Londres e da Grécia. Participou de renomados cursos na área e compartilhou o seu conhecimento com seus alunos pela Europa. Por ser apaixonado pelo seu país, encontrou por meio da escrita uma forma de compartilhar com os brasileiros o seu conhecimento sobre viagens, história, cultura, mitologia grega e culinária geral, trazendo o melhor da Grécia para vocês.